Vinícola Aurora amplia valor das exportações em 415% no semestre

Resultado é projetado pelo crescimento das vendas de suco de uva e coolers e sinaliza retomada econômica no mercado internacional

Compartilhar

Share on whatsapp
Share on facebook
Share on linkedin
Share on email
Share on telegram
Vinícola Aurora amplia valor das exportações em 415% no semestre
Foto – Divulgação
Áudio

A Vinícola Aurora registrou aumento de 415% em valor nas exportações do primeiro semestre de 2021, em relação ao mesmo período do ano anterior. O resultado foi impulsionado pelo crescimento de 583% no volume de produtos, reflexo da reabertura de mercados e pela alta do dólar. O excelente desempenho foi puxado pelas vendas de suco de uva e Keep Cooler, que representaram 77% do total. A empresa gaúcha também é líder no mercado interno nas duas categorias. 

Nos primeiros seis meses, foram enviadas 837 mil litros de sucos, coolers, vinhos e espumantes para 17 países. Além dos 62 containers remetidos até junho, estão programadas outras 37 cargas até dezembro. A expectativa é que a Vinícola Aurora feche 2021 com crescimento de cerca de 60% no volume de exportações.

“Desde 1954, a Aurora vem desbravando continentes e levando os produtos gaúchos para o mercado internacional. Dos 90 anos da nossa empresa, mais de dois terços foram focados também nas exportações. O trabalho contínuo e persistente, tanto na abertura de novos mercados quanto na manutenção daqueles conquistados, tem sido um dos fatores determinantes para os ótimos resultados obtidos”, avalia a supervisora de Exportação e Importação da Vinícola Aurora, Giorgia Mezacasa Forest.

Suco de uva: o carro-chefe das exportações

Sinônimo de saudabilidade, o suco de uva é o grande destaque das exportações da Vinícola Aurora. A categoria é a que mais avança de forma continua, sendo o carro-chefe em países asiáticos e em solo americano, principais mercados-alvos da empresa.          

O produto também vem sendo ampliado com a abertura de novos territórios, como Chile, Canadá, Líbia e Nova Caledônia, pequena ilha no oceano Pacífico. Só no primeiro semestre, foram vendidas 330 mil litros de suco de uva integral e gaseificado, alta de 544% frente ao mesmo período do ano passado.

“Nos últimos anos estamos conquistando ótimas oportunidades, especialmente para o suco de uva, uma bebida natural, feita com 100% uva, repleta de antioxidantes, que serve para a família toda. Por não conter álcool, se tornou símbolo de um dia a dia saudável, mesmo em casa. No final de 2020 também abrimos novos mercados para os coolers, em especial o Haiti, que compra praticamente só esta bebida. Neste primeiro semestre, vendemos mais de 1 milhão de garrafas do Keep Cooler. Ícone nos anos 80 e 90, o produto voltou com força há três anos após um reposicionamento de marca. É uma bebida muito diferente, que chama a atenção pela mistura de vinho branco com suco de uva, associada à aromas naturais de frutas”, conta Giorgia, lembrando que no primeiro semestre de 2020 as exportações haviam sido prejudicadas por conta do início da pandemia, o que acabou ocasionando em fechamento de portos e causando insegurança nos compradores.

A executiva pontua ainda que o aumento expressivo nas vendas de suco, com potencial de crescer ainda mais nos próximos anos, também é resultado da ampliação da capacidade produtiva da empresa. Desde 2019, a Aurora conta com uma unidade exclusiva para a elaboração do suco de uva, localizada no Vale Vinhedos, em Bento Gonçalves (RS). A nova fábrica é 100% sustentável.

“O resultado do primeiro semestre foi magnífico e acreditamos que poderia ter sido ainda melhor se pudéssemos fazer o que sempre fizemos, que é participar de eventos, feiras e degustações em ponto de venda, que são primordiais para fazer nossos produtos serem conhecidos pelo seu principal atributo: o sabor”, revela a supervisora de Exportação e Importação da Vinícola Aurora.    

“Em 2020, participamos apenas de três feiras na China, através do nosso brand ambassador asiático. O país estava mais bem preparado para a pandemia e realizou os eventos com todos os protocolos de segurança. Os visitantes, claro, se restringiram ao público local. Nos outros países, nossas vendas se focaram no on-line e também nos supermercados”, complementa a Giorgia.    

Por conta da instabilidade da pandemia, viagens internacionais ainda não estão confirmadas para o segundo semestre do ano. Entretanto, a Vinícola Aurora possui representantes comerciais na China, nos Estados Unidos e em Portugal, além de importadores em outros países, que são braços da marca, auxiliando na manutenção e abertura de novos mercados.

Fonte: MCom Comunicação
Foto: Divulgação

Leia mais notícias no portal Mundo Agro Brasil

Relacionadas

Veja também

Câmara Temática de Insumos debate demora no registro de inovações tecnológicas
Apesar de sucessivos recordes nas exportações brasileiras de produtos do agronegócio, ainda é preciso melhorar a imagem do Brasil.
Alta do dólar em meio a pandemia elevou exportação e esvaziou mercado interno. Castigo ao consumidor brasileiro deve perdurar, em meio a safras recordes.
Campanhas e pessoas como Carlos Alberto da Silva, da Publique; veículos como o jornal Estadão; e agências como a Santa Clara, foram lembrados.