Search
Close this search box.

BNDES aprova nova linha de crédito que pode chegar a R$ 10 bilhões neste ano

29 de abril de 2024

A iniciativa era esperada desde fevereiro, e visa a ampliação do acesso ao crédito a pequenos e médios produtores rurais
Compartilhe no WhatsApp
BNDES aprova nova linha de crédito
Edifício sede do BNDES no centro do Rio (Foto de Fernando Frazão : Agência Brasil)

O Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES), entidade chefiada por Aloizio Mercadante, aprovou uma nova linha de crédito voltada para o setor agropecuário que pode chegar a R$ 10 bilhões em 2024.

Desde fevereiro, o BNDES havia afirmado que pretendia liberar uma linha de crédito para os produtores rurais. Na época, o montante era de R$ 4 bilhões.

Em termos técnicos, a nova linha permite a realização de operações com Cédulas de Produto Rural Financeira (CPR-F) ou de Certificados de Direitos Creditórios do Agronegócio (CDCA) lastreados em direitos creditórios do agronegócio.

A iniciativa era esperada desde fevereiro, e visa a ampliação do acesso ao crédito a pequenos e médios produtores rurais, estimulando a atuação de mais agentes financeiros no mercado.

Dessa maneira, os títulos podem ser emitidos por micro, pequenos e médios produtores rurais, cooperativas e empresas do agronegócio, de acordo com o banco. O anúncio da nova linha foi feito neste domingo (28), durante a feira de Ribeirão Preto (SP).

BNDES: Crédito para os produtores do agro

De acordo com o banco, os títulos podem ser emitidos por produtores rurais de vários tamanhos, mas que não ultrapassem um faturamento de R$ 300 milhões por ano.

Além deles, empresas do setor e de portes semelhantes também poderão ter acesso a esses montantes. Desde que, detalha a instituição, exerçam a atividade de comercialização, beneficiamento ou industrialização de produtos, insumos, máquinas e implementos agrícolas, pecuários, florestais, aquícolas e extrativos.

O empréstimo pode ser obtido por meio da rede de mais de 80 agentes financeiros credenciados no BNDES com atuação em todo o País.

Por Seu Dinheiro

Leia outras notícias no portal Mundo Agro Brasil

Relacionadas

Veja também

São Paulo enfrenta desafios ainda maiores devido aos altos custos para o setor produtivo do leite e por ser o maior mercado consumidor do país.
Para participar é necessário que a família esteja inscrita no Cadastro Único e viva no meio rural, com renda mensal de até R$ 218 por integrante
Reunião para discutir o tema foi realizada na terça (21), em Brasília
Em 2023, a CNI contabilizou 85 entraves às exportações nacionais contra 77 no levantamento do ano anterior