E os preços da manga caem em todo Brasil!

Os preços da manga palmer continuam reduzidos em todas as regiões produtoras do País
Share on whatsapp
Compartilhe no WhatsApp
Share on facebook
Share on linkedin
Share on email
Share on telegram
Áudio

Os preços da manga palmer continuam reduzidos em todas as regiões produtoras do País. Segundo colaboradores do Hortifruti/Cepea, a oferta está crescendo gradualmente, e mesmo sendo ainda início de mês, as vendas estão desaceleradas. Nesta semana de 03 a 07/05 o valor médio da variedade foi de R$ 1,01/kg no Vale do São Francisco (PE/BA), decréscimo de 14% em relação à semana anterior. 

Um dos grandes motivos é a crise econômica que o País vem enfrentando, sobretudo desde o início da pandemia, fator que diminuiu o poder de compra da população. Além disso, no cenário nacional, muitas outras frutas também estão sendo comercializadas a preços mais baixos do que o usual (como a uva), o que aumenta as opções ao consumidor para substituição da manga. Em relação à tommy, nesta semana a cotação média foi de R$ 0,89/kg, valorização de 1% em relação à semana anterior, mas ainda abaixo dos custos de produção. 

Curiosidades sobre a manga

Você sabia que em 2019 o Brasil produziu 1,4 milhão de toneladas de manga, sendo o 7º maior produtor do mundoOs estados que mais produzem são: Pernambuco (518 mil toneladas), Bahia (442 mil toneladas) e São Paulo (206 mil toneladas). 

A manga é uma das frutas que o país mais exporta: em 2017, foram mais de U$ 200 milhões somente em exportações desta fruta. Os maiores mercados compradores da manga brasileira são a União Europeia (132.820 toneladas, com receita de US$ 157,2 milhões) e os Estados Unidos (33.095 toneladas e receita de US$ 30,6 milhões).  

Ela é também a fruta nacional da Índia, onde há mais de 100 variedades. São encontradas menções a ela em canções do século IV em poemas escritos em sânscrito, por poetas como Kalidasa. Acredita-se que ela tenha sido provada por Alexandre, o Grande (século 3 aC) e o peregrino chinês Xuanzang (7º século dC). Mais tarde, no século 16, o imperador mongol Akbar plantou 100.000 árvores de manga em DarbhangaBihar em um lugar agora conhecido como Lakhi Bagh 

A referência mais antiga conhecida ao cultivo de mangas pode ser encontrada na Índia em torno de 2000 a.C. A manga foi trazida para o leste da Ásia entre 400 e 500 aC, no século 15 para as Filipinas e no século 16 para África e Brasil por exploradores portugueses. 

Fonte: HF BRASIL/Pesquisa Agrovenki
Crédito da foto: Divulgação/Canva

Leia outras notícias no portal Mundo Agro Brasil

Relacionadas

Veja também

Conab capacita técnicos da Embrapa em ferramenta de pesquisa do mercado hortigranjeiro
Produtores de morango adotam sistema de “colha e pague” na Região Metropolitana de Belo Horizonte
R$ 34 milhões vão ser aplicados em capacitação e distribuição de novos equipamentos
O tomate é uma das hortaliças mais difíceis de produzir no sistema orgânico, por isso foi o tema de uma capacitação sobre cultivo sustentável de hortaliças realizada pela Epagri em Curitibanos.