Bebida prebiótica à base de soro de leite

Nas pesquisas para a bebida nutricional de frutas, diferentes tipos de soro de leite puderam ser usados, tanto leite de búfala quanto de vaca

Compartilhar

Share on whatsapp
Share on facebook
Share on linkedin
Share on email
Share on telegram
Bebida prebiótica à base de soro de leite
Foto – Divulgação
Áudio

A Faculdade de Ciências Veterinárias da Universidade Nacional do Nordeste, na Argentina, está trabalhando em um projeto que visa criar uma bebida prebiótica* à base de soro de leite e frutas da estação. A ideia nasceu ao ver como pequenos estabelecimentos descartavam o soro de leite, sem aproveitar as proteínas, minerais, açúcares e outros compostos nutricionais.

A bebida nutricional é fermentada naturalmente com os compostos nutricionais que este produto possui, enquanto a transformação em bebida gasosa ajuda os microrganismos a se manterem vivos.

*Nos últimos anos, o termo ganhou destaque na mídia e na internet quando o assunto é nutrição: os prebióticos. À primeira vista, pode parecer mais um modismo alimentar, porém o assunto vai além disso: eles realmente ajudam a manter a saúde em dia e a prevenir doenças. Os prebióticos são componentes alimentares não-digeríveis que afetam beneficamente o hospedeiro pelo estímulo seletivo da proliferação ou atividade de populações de bactérias desejáveis no cólon. Os prebióticos são encontrados em alguns leites e fórmulas lácteas, na banana, cebola, alcachofra e cereais integrais.

“Os prebióticos são as fibras utilizadas por bactérias benéficas do nosso organismo”, explica Thais Manfrinato Miola, supervisora de Nutrição do A.C.Camargo Cancer Center.  A especialista complementa que seu uso, assim como dos probióticos, auxilia na manutenção de um intestino saudável, causando menos inflamação no cólon.

Testes para bebidas lácteas

A médica veterinária responsável pelo projeto da bebida nutricional, Gladys Obregón, explicou que ainda está em uma fase inicial, mas as expectativas “são animadoras, principalmente porque a bebida obtida tem um sabor muito agradável”.

Em qualquer caso, a formulação ainda precisa ser ajustada para torná-lo um produto padronizado e expandir as informações sobre suas propriedades para determinar os tipos de organismos que contém.

A estudante Victoria Canteros, integrante do grupo de pesquisadores, explicou que o soro congelado era usado para verificar se os microrganismos ainda estavam ativos após serem preservados a frio.

“Os testes foram feitos com soro de iogurte de leite de búfala e em alguns testes foi usado kefir de leite, mas com a formulação adequada, diferentes tipos de soro de leite puderam ser usados, tanto leite de búfala quanto de vaca”, explicou.

Kefir é uma bebida tradicionalmente elaborada pela fermentação de grãos gelatinosos contendo diversos microrganismos probióticos e leveduras que crescem em simbiose durante o processo. No mercado brasileiro encontram-se disponíveis diversas culturas láticas de uso industrial contendo os microrganismos presentes no kefir, o que facilita a padronização dos produtos e favorece o aumento de lançamentos nessa linha, como bebidas lácteas diversificadas.

Até agora, a bebida nutricional de frutas faz parte da marca FAVET, produzida pela Escola de Veterinária da UNNE, mas espera-se que essa ideia possa ser integrada em grandes mercados.

Fonte: Infocampo/MilkPoint
Foto: Divulgação

Leia outras notícias no portal Mundo Agro Brasil

Relacionadas

Veja também

Aumento de produtividade está ligado diretamente com o bem-estar bovino e o pecuarista pode ganhar dinheiro apresentando o melhor manejo da fazenda.
Segundo Altair Burlamaqui, da Fazenda Carioca, a genética Brangus HP completa o seu programa de cria, recria e engorda, focado na produção de carne de qualidade.
Trata-se de uma inovação no mercado de leilões a oferta de vacas e novilhas com prenhez confirmada e pacote de embriões
Champion Saúde Animal entra no segmento pet com moderna e eficaz linha de nutracêuticos.