O AGRONEGÓCIO MAIS PERTO DE VOCÊ

Análise da arroba do boi para os próximos meses

Difícil prever o mercado futuro hoje! Mas, mesmo assim, analistas apostam na disparada de preço da arroba do boi no curto e médio prazo
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Análise da arroba do boi para os próximos meses
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Áudio

Para saber quanto valerá a arroba do boi, tudo deve ser analisado levando em conta a atual fase do ciclo pecuário em que o setor nacional está vivendo. A pressão exercida no mercado aponta para baixa oferta de animais prontos para abate, já na virada do mês. Os preços voltarão a ser pautados pela lacuna na oferta nos meses correntes.

A safra do boi aconteceu, mas não teve duração esperada e os preços já voltaram a disparar na semana passada. “O mercado do boi gordo começa a apresentar evidências de nova consolidação de movimento de alta, uma vez que a entrada do período seco não forneceu a oferta esperada de animais terminados a pasto“, apontou a IHS Markit.

A menor oferta de animais é influência do ciclo pecuário, que levou a menor oferta de animais para reposição no ano anterior e também a retenção das matrizes diante da alta dos preços do bezerro. Sendo assim, o mercado já voltou a apresentar movimentos de alta com animais alcançando até R$ 315,00/@.

Com esse movimento de alta e o fim da safra do boi, já se vê um cenário de baixa oferta de animais para abate no curto prazo, complicando ainda mais as escalas de abate da indústria. A virada do mês, com aumento das exportações e do consumo interno, irá trazer os preços ao patamar de R$ 330,00/@.

“Estamos observando que o mercado é mais sustentado do que baixista, ou seja, mais para cima do que para baixo. Conseguimos projetar valores entre R$ 350 a R$ 370. Nesse caso, os R$ 370 não é uma média. Pode ser um intervalo rápido de alcance de preços que bateria e depois voltaria. Imaginamos que os preços irão ficar entre R$ 350, até porque, acima disso é mais difícil o consumidor pagar”, comenta analista da IHS Markit.

“Provavelmente a partir de junho ou final de maio, voltemos a um cenário de pouca oferta e aí as cotações da arroba do boi gordo já devem, em plena entressafra, ficarem firmes e subindo. É difícil dizer para quanto, mas nós podemos dizer que é firme o mercado de alta de preços, porque a quantidade de gado indo para o abate será pequena”, avalia Torres, da Scot Consultoria.

Mercado futuro disparando da arroba do boi

Ao longo desta semana, foram observados significativos aumentos nos valores futuros da arroba negociados na B3, que superaram a casa dos R$ 340 (contrato com vencimento em outubro/21). Esse cenário nos comprava, mais uma vez, que os preços vão disparar no final do ano.

Na B3, os contratos futuros do boi gordo tiveram alta consistente, ao redor de 1,0%, e seguem sinalizando a possibilidade de altas para o mercado físico. O vencimento para maio passou de R$ 310,30 para R$ 313,20, o para junho foi de R$ 321,70 para R$ 325,65 e o para outubro passou de R$ 340,60 para R$ 344,85 por arroba.

E, de acordo com a visão da Agrifatto: “Precisamos acompanhar o comportamento dos custos do confinamento nos próximos três meses. No entanto, se os preços da reposição e alimentação continuarem elevados, é possível que haja uma margem negativa para quem vai entregar no último trimestre”.

Fonte: Agrifatto/ B3/ Scot Consultoria

Leia outras notícias no portal Mundo Agro Brasil