Search
Close this search box.

Alta da mandioca enfraquece na última semana

6 de setembro de 2022

Por conta da baixa produtividade e do teor de amigo, a mandioca segue tendo baixa comercialização no mercado
Compartilhe no WhatsApp
Alta da mandioca enfraquece na última semana
Fonte: Freepick

O desinteresse pela comercialização da mandioca de primeiro ciclo continua, devido, principalmente, às menores produtividade e teor de amido. Além disso, os produtores seguem priorizando o plantio em detrimento da colheita. Portanto, a oferta novamente ficou abaixo das expectativas dos agentes.

Mandioca segue enfraquecida

Estimativas do Centro de Estudos Avançados em Economia Aplicada (Cepea) apontam que, entre 29 de agosto e 2 de setembro, a moagem nas fecularias deve totalizar 45,7 mil toneladas, com queda de 4% frente ao apurado no período anterior. Diante disso, o movimento de alta nos preços da raiz seguiu enfraquecido.

Na semana passada, a média a prazo para a tonelada de mandioca posta fecularia foi de R$ 933,12 (R$ 1,6228 por grama de amido), 0,8% acima do período anterior.

Fonte: Cepea

Leia outras notícias no portal Mundo Agro Brasil

Relacionadas

Veja também

Produtores da região serão incluídos no plano setorial de adaptação e baixa emissão de carbono na agropecuária
A Embrapa tem atuado para fortalecer a cadeia produtiva no estado, introduzindo os clones de cajueiro-anão
Sistema centenário de produção agrícola considera as propriedades rurais como organismos vivos e conectados com o sistema solar