Período de defeso do caranguejo-uçá

Regras divulgadas, fiscalização atenta nos três períodos até então. A próxima data a ser respeitada é de 29 de março a 3 de abril
Share on whatsapp
Compartilhe no WhatsApp
Share on facebook
Share on linkedin
Share on email
Share on telegram
Áudio

O defeso do caranguejo-uçá tem como objetivo garantir a recuperação da população natural do crustáceo através de sua proteção durante a fase de reprodução (popularmente conhecido como andada). Nesse período, fica proibida a captura, o transporte, o beneficiamento, a industrialização e a comercialização de qualquer indivíduo da espécie.

Segundo a Secretaria de Aquicultura e Pesca (SAP), entre as mudanças nas novas regras encontrava-se a unificação da Declaração de Estoque com a Guia de Transporte, com a inserção da lista de fornecedores e destinatários. Este ano, a entrega da Declaração de Estoque, acompanhada de documento de identificação do declarante, pôde ser feita no site da secretaria ou nas Superintendências Federais de Agricultura, Pecuária e Abastecimento dos estados.

Entre algumas datas entre 2021 e 2024 está proibida a captura, o transporte, o beneficiamento, a industrialização e a comercialização do crustáceo nos estados do Amapá, Pará, Maranhão, Piauí, Ceará, Rio Grande do Norte, Paraíba, Pernambuco, Alagoas, Sergipe e Bahia.

Confira as datas do período de defeso em 2021, 2022, 2023 e 2024

2021

14 a 19 de janeiro

29 de janeiro a 3 de fevereiro

28 de fevereiro a 5 de março

29 de março a 3 de abril

2022

a) 3 a 8 de janeiro – lua nova

b) 2 a 7 de fevereiro – lua nova

c) 17 a 22 de fevereiro – lua cheia

d) 3 a 8 de março – lua nova

e) 19 a 24 de março – lua cheia

2023

a) 22 a 27 de janeiro – lua nova

b) 21 a 26 de fevereiro- lua nova

c) 22 a 27 de março – lua nova

 2024

a) 12 a 17 de janeiro – lua nova

b) 10 a 15 de fevereiro – lua nova

c) 11 a 16 de março – lua nova

Educação Ambiental e fiscalização atentas ao defeso do caranguejo

Começa hoje (27) o terceiro período de andada do caranguejo-uçá no Espírito Santo. Neste período, ficam proibidos a captura, o transporte, beneficiamento, armazenamento, manutenção do crustáceo em cativeiro e a comercialização. Este terceiro período se encerra no dia 05 de março.

A coordenadora de Educação Ambiental de Vila Velha, Manuela Batista, explicou que a conscientização é o melhor caminho para um resultado eficaz de prevenção. “Realizamos um trabalho orientativo com os comerciantes, os catadores e os consumidores, sobre a importância de se respeitar o período de procriação da espécie”.

As normas estão estabelecidas na Portaria Nº 022-R/2020, da Secretaria Estadual de Meio Ambiente. Irregularidades podem ser denunciadas por meio da Ouvidoria de Vila Velha (162).

Confira os períodos de andada:

1° – 30/12/2021 a 05/01/2021

2º – 28/01/2021 a 03/02/2021

3º – 27/02/2021 a 05/03/2021

4º- 28/03/2021 a 03/04/2021

ANDADA – É o período de reprodução em que os caranguejos machos e fêmeas saem de suas tocas e andam pelo manguezal para acasalamento e liberação de ovos. Aqueles que desobedecerem as regras determinadas pela Portaria estarão sujeitos às penalidades e  sanções previstas na lei federal 9.605/1998 e no decreto federal nº 3.179/99.

Fonte: Prefeitura Municipal de Vila Velha

Relacionadas

Veja também

Reunindo um pequeno grupo de convidados e autoridades a Associação Brasileira de Criadores de Ovinos (ARCO) celebrou seus 80 anos, dia 18 último, em sua sede (Bagé, RS)
A Associação Catarinense de Avicultura (ACAV) anunciou a data do 13º Simpósio de Incubação, Matrizes de Corte e Nutrição, que está programado para o período de 6 a 8 de junho
Diretoria, Conselhos e Comissões foram apresentados oficialmente nesta terça-feira, 18 de janeiro. A cerimônia aconteceu na sede da ABCCMM, em Belo Horizonte (MG)
ABCZ TV produz série de reportagens sobre impactos do Programa de Melhoramento Genético do Zebu nos rebanhos brasileiros, em inegável contribuição para o incremento produtivo