Edição 2021 do Leilão Virtual Brangus HP registra crescimento de mais de 50% no faturamento

Isso na comparação com a edição de 2020 do evento. De acordo com os organizadores, a comercialização dos 200 lotes rendeu uma receita de R$ 4.154.400,00
Share on whatsapp
Compartilhe no WhatsApp
Share on facebook
Share on linkedin
Share on email
Share on telegram
Edição 2021 do Leilão Virtual Brangus HP registra crescimento de mais de 50% no faturamento
Áudio

Em comparação com a edição de 2020, o Leilão Virtual Brangus HP registrou, neste ano, um crescimento de 51,28% na receita. Assim, a 6ª edição do evento – promovido no último sábado (25) pela Fazenda Anamélia – Brangus HP, localizada em Martinópolis/SP – fechou com um faturamento total de R$ 4.154.400,00, resultado da venda de 200 lotes.

Com a oferta inovadora de vacas e novilhas registradas com prenhez confirmadas das melhores doadoras do criatório e também aspiração das cinco melhores vacas do plantel, o Leilão Virtural Brangus HP superou todas as expectativas. E são os números que compravam isso: a média da comercialização dos touros foi de R$ 25.676,47 e das fêmeas de R$ 13.942,11.

Tita Lancsarics, uma das diretoras da Fazenda Anamélia – Brangus HP, conta que o remate contou com a participação de 66 compradore, entre 11 estados brasileiro. “Estamos extremamente satisfeitos com o resultado do leilão. O sucesso é a nossa responsabilidade em levar sempre o melhor para nossos clientes. O envolvimento foi muito grande e o resultado é fruto da união de esforços de toda nossa equipe”.

Entre os lotes mais valorizados do evento, destaque para a comercialização de 50% do animal Bacchus Anamelia N305. Ele saiu por R$ 183.000,00 para o comprador Brangus Mergulhão. “O Leilão Virtual Brangus HP atingiu seu objetivo que é espalhar a genetica HP para varios biomas”, finaliza Ladislau Lancsarics Junior, outro diretor da Fazenda Anamélia – Brangus HP.

Por Equipe Portal MAB
Crédito da foto: Divulgação

Leia outras notícias no portal Mundo Agro Brasil

Relacionadas

Veja também

No ano passado, a carne bovina brasileira foi enviada aos Estados Unidos pela média de US$ 7,26/kg, o que representa um avanço de 1,8% frente ao anotado em 2020 (US$ 7,14/kg)
Reunindo um pequeno grupo de convidados e autoridades a Associação Brasileira de Criadores de Ovinos (ARCO) celebrou seus 80 anos, dia 18 último, em sua sede (Bagé, RS)
A Associação Catarinense de Avicultura (ACAV) anunciou a data do 13º Simpósio de Incubação, Matrizes de Corte e Nutrição, que está programado para o período de 6 a 8 de junho