Inovação em inoculantes chega ao Brasil

Novidade em inoculantes foi desenvolvida a partir da seleção de cepa brasileira identificada pela UFLA em conjunto com a Lallemand Animal Nutrition e será comercializada no País.
Share on whatsapp
Compartilhe no WhatsApp
Share on facebook
Share on linkedin
Share on email
Share on telegram
Inovação em inoculantes chega ao Brasil
Silagem inoculada com linha Magniva.
Áudio

Uma tecnologia inédita de inoculantes para silagem acaba de chegar ao Brasil. A Universidade Federal de Lavras (UFLA), em conjunto com a Lallemand Animal Nutrition selecionou uma nova cepa de bactéria heterolática – L. hilgardii CNCM I-4785 e, em combinação com a já conhecida L. buchneri NCIMB 40788 – deu origem a uma inovação para a inoculação de silagens. A linha Magniva chega ao Brasil e será comercializada pela Biogénesis Bagó.

A motivação para o desenvolvimento dessa nova tecnologia veio a partir de um cenário de clima cada vez mais imprevisível, necessidade de melhorar a qualidade da silagem para ter mais controle nos custos de alimentação, atingir estabilidade aeróbia mais rapidamente e reduzir as perdas de matéria seca na fermentação.

“Iniciamos o processo de desenvolvimento em 2009 até chegarmos a uma combinação inédita de bactérias que assegura alimento estável, de elevada qualidade, de forma consistente ano após ano e de alto potencial de ingestão. Isso garante uma dieta equilibrada para bovinos de corte e leite, ajudando o produtor a controlar a sua qualidade e os custos de produção. É um lançamento que vai revolucionar o mercado de inoculantes para silagem no Brasil”, destaca o diretor executivo da Lallemand Animal Nutrition América do Sul, Paulo Soeiro.

A nova tecnologia já vem sendo utilizada com sucesso em países, como Austrália República Checa, Portugal, Espanha, Hungria e Itália e começa a ser comercializada no Brasil, Alemanha, França e Japão. “A linha Magniva trouxe flexibilidade na produção de silagens, pois as soluções oferecidas permitem direcionar especificamente para cada necessidade dos nossos clientes, além de trazer a inovadora combinação do L. hilgardii CNCM I-4785 com L. buchneri NCIMB 40788, permitindo que a silagem possa ser aberta com apenas 15 dias de fermentada e com garantia de estabilidade aeróbia”, comenta o gerente de produtos de inoculantes de silagem da Lallemand Animal Nutrition, Rafael Amaral.

Para levar essa novidade aos produtores brasileiros, a Lallemand Animal Nutrition e a Biogénesis Bagó, uma das empresas de saúde animal que mais cresce no Brasil e no mundo, uniram as forças de seus times no que vem sendo chamada de “Seleção Magniva”.

“Na busca por novos modelos de negócios e inovações, a Biogénesis Bagó e a Lallemand Animal Nutrition uniram seus times, formando uma seleção de peso para trazer ao mercado todo o conhecimento das áreas de saúde e nutrição animal e com ferramentas que de fato ajudam o pecuarista brasileiro a produzir mais e melhor, além de aumentar a lucratividade de nossos parceiros revendas e cooperativas agropecuárias”, salienta o Country Manager da Biogénesis Bagó Brasil, Marcelo Bulman.

Campanha Seleção Magniva

Com o mote de convocação dos stakeholders para a formação de uma seleção, a campanha de comunicação da distribuição da linha Magniva foi baseada em uma Seleção Verde e Amarela, uma alusão à brasilidade da cepa L. hilgardii, selecionada no Brasil pela Universidade Federal de Lavras em conjunto com a Lallemand Animal Nutrition e que hoje está sendo comercializada em todo o mundo. O evento de lançamento ao mercado contou com a participação do comentarista, apresentador de TV e narrador esportivo Alex Escobar.

“Essa Seleção será formada por vários craques do agronegócio brasileiro. Em um momento de grandes oportunidades para a agropecuária, as lojas e cooperativas têm papel fundamental na distribuição de insumos e de novas tecnologias que garantam cada vez mais produtividade e lucratividade para o negócio do produtor brasileiro. Além disso, nosso objetivo é oferecer novos produtos que permitam cada vez mais rentabilidade para o negócio do revendedor e do produtor”, afirma o gerente nacional de Marketing da Biogénesis Bagó, Carlos Godoy.

Linha Magniva

pack Linha Magniva
Linha Magniva

A nova linha de inoculantes para silagem é composta pelos produtos Magniva Basic, Magniva Classic, Magniva Steel e Magniva Platinum 1. Magniva Basic está disponível em sachês de 100 gramas, que trata 50 toneladas de forragem fresca.

Magniva Classic é formada por um conjunto de quatro bactérias especificamente selecionadas e numericamente balanceadas para conduzir a fermentação durante todas as fases do processo fermentativo, com o objetivo de reduzir as perdas de matéria seca (MS). Cada bactéria atua em sua faixa ótima de pH para competir de forma eficiente com os microrganismos nativos em todas as etapas do processo de fermentação. Conta também com quatro enzinas, que auxiliam na liberação de açúcares da forragem, assegurando rápida fermentação e aumento da digestibilidade da forragem. Está disponível em sachês de 100 gramas para tratamento de 25 a 50 toneladas de forragem fresca.

Magniva Steel conduz a fermentação, produzindo uma silagem que não é apenas bem preservada, mas também estável na abertura. Disponível em sachês de 50 gramas para tratamento de 50 toneladas de forragem fresca.

Magniva Platinum 1 traz a combinação do L. hilgardii CNCM I-4785 e do L. buchneri NCIMB 40788, que melhoram a estabilidade aeróbia da silagem com apenas 15 dias de fermentação. É especialmente recomendado quando o estoque de silagem está baixo e o silo necessita ter sua abertura antecipada. Comparado às tecnologias de mercado, a associação dessas bactérias garante maior estabilidade aeróbia a longo prazo, como resposta à redução do crescimento de leveduras e fungos filamentosos. Disponível em sachês de 50 gramas, que trata 50 toneladas de forragem fresca.

Fonte: Biogénesis Bagó/Attuale Comunicação

Crédito: Divulgação Biogénesis Bagó

Leia outras notícias no portal Mundo Agro Brasil

Relacionadas

Veja também

Remar Cidadão precisa da participação dos cidadãos para avaliação e aprimoramento das previsões de andadas e das normativas de defeso dos caranguejos nos anos futuros
Para especialistas, desempenho exportador das carnes neste início de 2022 é bastante satisfatório, mas o preço da carne suína registra queda anual próxima de 10%
Também nos bovinos, os nutrientes desempenham funções essenciais no organismo; então, atenção para quando ele faltarem na forragem oferecida, Carência muito comum no País
Os dados constam do banco da Associação Nacional de Criadores Herd-Book Collares (ANC), entidade mais antiga de registro de animais de raça do país