Fazer certo também é foco na produção do Tabaco

Produtores do Sul do Brasil recebem certificado por boas práticas na produção de tabaco
Share on whatsapp
Compartilhe no WhatsApp
Share on facebook
Share on linkedin
Share on email
Share on telegram
Fazer certo também é foco na produção do Tabaco (2)
A Produção Integrada é baseada nas Boas Práticas Agrícolas – Foto: Divulgação
Áudio

Produtores da Região do Sul receberam certificados por terem aderido ao programa de Produção Integrada de Tabaco, que prevê a adoção de boas práticas agropecuárias. A Produção Integrada é baseada nas Boas Práticas Agrícolas, elevando o padrão de qualidade do produto agrícola ao patamar de excelência requerido pelos mercados. Atualmente, 74 produtos das cadeias produtivas das frutas, hortaliças e grãos estão no programa.

A entrega dos certificados ocorreu na última em 16 de setembro, durante visita técnica do secretário de Inovação, Desenvolvimento Rural e Irrigação, Fernando Camargo, na região de Santa Cruz do Sul (RS).

“A certificação de produtores participantes do programa de Produção Integrada é um reconhecimento ao empenho desses empreendedores para produzir mais e melhor, trazendo benefícios para toda a cadeia produtiva, reduz custo para o produtor, melhora a produtividade, traz mais segurança para o trabalhador rural e favorece a sustentabilidade ambiental. Tudo isso resulta em um diferencial competitivo do produto brasileiro no mercado internacional”, destacou o secretário.

Fazer certo tambem e foco na producao do Tabaco 1
Atualmente, 74 produtos das cadeias produtivas das frutas, hortaliças e grãos estão no programa de Boas Práticas Agrícolas – Foto: Divulgação/MAPA

Representando cerca de 15 mil produtores de tabaco no Sul do país, o produtor Joel Junkherr recebeu o certificado, emitido pelo Certifica Brasil, destacando a conformidade de sua produção com a Instrução Normativa nº 21/2020, que estabelece boas práticas relacionadas à produção, colheita, beneficiamento, armazenamento e comercialização do produto.

O produtor rural contou que “a adoção da Produção Integrada melhorou a gestão da propriedade, diminuiu custos e tornou-a mais sustentável”.

Fonte: MAPA
Foto: Divulgação/MAPA

Leia outras notícias no portal Mundo Agro Brasil

Relacionadas

Veja também

Intitulado de SONDA, a nova solução da empresa combate as principais plantas daninhas que afetam a produtividade na lavoura
Surpreendentemente, carnes fecham o mês de setembro com novo recorde na receita cambial proveniente de exportações de carne bovina.
O presidente institucional da Abramilho, Cesario Ramalho, avaliou, em entrevista para o “Valor”, o cenário para safra verão 2021/22.
Entre eles, o etanol como uma das pontes para a nova era da mobilidade sustentável.