Estância dos Alberti: amor pelo Quarto de Milha que passa de geração para geração

Com 35 anos de história na criação da raça, o criatório - que possui uma base genética formada apenas com o melhor pedigree de trabalho - está em fase de reformulação das estratégicas a fim de atender um nicho do mercado que está à procura de animais atletas já formados
Share on whatsapp
Compartilhe no WhatsApp
Share on facebook
Share on linkedin
Share on email
Share on telegram
Áudio

Localizada em São João da Boa Vista/SP, a Estância dos Alberti é resultado da paixão de uma família por cavalos da raça Quarto de Milha. Tudo começou quando, em 1986, sob a influência dos filhos Carlos Eduardo e Wagner Alberti, o patriarca da família, o já falecido Lourival Alberti, investiu na compra de um garanhão puro da raça, Bid If Youcan (Catch Me If You Can x Tearless, por Hi Discovery).

Na época, a ideia era apenas usar o cavalo para cobrir éguas de lida na fazenda da família. Contudo, com o passar dos anos e a apuração da genética do Quarto de Milha, toda a família foi se apaixonando pelos cavalos. Além de Lourival, Carlos Eduardo e Wagner, se juntarem a essa paixão pela raça a matriarca Angelina e os outros dois filhos, Danilo, que compete atualmente em Ranch Sorting, e Karina, que tornou-se competidora de Três Tambores, passando a participar das principais provas da modalidade no país e até nos Estados Unidos.

Atualmente, com a titularidade da criação da Sra. Angelina, em sociedade com os filhos, a Estância dos Alberti continua condicionando seu trabalho com paixão pelos cavalos e alcançando, agora, mais uma geração da família. Afinal, os netos iniciam a jornada de quartistas: Bento, Benicio, Catarina e João Antônio dão os primeiros passos nas categorias Kids nas modalidades Três Tambores, Team Penning e Ranch Sorting, solidificando ainda mais a herança pela paixão da família.

Estância dos Alberti amor pelo Quarto de Milha que passa de geração para geração
Fênix Leo – Foto: Divulgação

Evolução genética da Estância dos Alberti

O trabalho de seleção da família sempre foi fundamentado em boas linhagens, utilizando reprodutores melhoradores. Ao decorrer desses 35 anos da criação, a Estância dos Alberti passou por alguns marcos importantes. No quesito evolução genética, foi a partir da aquisição de Tetéia PI (Zanador x India da Fortaleza por Halfway Rocket). Afinal, a partir dela formou-se a base genética da Estância dos Alberti. Dentre seus descendentes, destaca-se o garanhão chefe do plantel Fênix Leo, obtido pelo acasalamento de Tetéia com a lenda do Quarto de Milha, Shady Leo. Atualmente, com 26 anos, Fênix foi ganhador e RMT em Laço de Bezerro, em sua curta carreira de pista, interrompida por uma lesão.

Aproveitando a genética superior de seu garanhão, a Estância dos Alberti criou uma base sólida em suas matrizes filhas de Fênix, produtor em diversas modalidades, como Três tambores, Seis Balizas, Vaquejada e Ranch Sorting. Um dos últimos garanhões remanescentes, filho da grande referência da raça, a Estância dos Alberti se orgulha de seu garanhão e seus frutos, que evidencia o trabalho de anos de seleção.

Atualmente, a Estância dos Alberti tem introduzido linhagens modernas da raça em busca de versatilidade e performance em seus animais. O trabalho de seleção genética focado nas linhagens de Trabalho e ampliando seu portfólio também para as modalidades de “boi”, diversificando com as linhagens de Team Penning, Ranch Sorting e Laço em Dupla. O plantel do criatório é formado por cerca de 30 animais, que carregam uma carga genética de grandes nomes da raça Quarto de Milha, capitaneado por Shady Leo, e outras referências como Trouble Two Times, Dash Ta Fame, Firewater Flit, Melodys Dun It, Hanckok, entre outros garanhões renomados.

Estancia dos Alberti amor pelo Quarto de Milha que passa de geracao para geracao 2
Estância dos Albertis está há 35 anos na criação e seleção do Cavalo Quarto de Milha – Foto: Divulgação

Projetos futuros

A família, reconhecida na região pelo pioneirismo e tradição na criação e seleção de animais, agora dará mais um passo no fomento e no incentivo das atividades equestres. O próximo projeto é a sociedade no empreendimento Centro Hípico Boa Vista, que oferecerá treinamento de alta qualidade em diversas modalidades western além de promover provas e eventos de alto nível em São João da Boa Vista-SP. O local foi totalmente planejado e projetado para fornecer o que há de melhor em conforto e desempenho para os animais, clientes e admiradores dos esportes equestres e promete ser um marco na atividade na região.

“Nosso trabalho seguirá embasado nos mesmos valores que trabalhamos a anos, utilizando novas ferramentas de seleção e de desempenho dos animais. Ampliamos a gama de linhagens de nossos animais com foco em outras modalidades. Nosso objetivo com a participação no Centro Hípico é proporcionar bons momentos memoráveis de lazer e felicidade para a família, amigos e clientes interagindo com os cavalos, criados com paixão e amor desde o acasalamento”. conta Edinho Siqueira, um dos gestores do Grupo e, também, membro da família.

Fonte: Natália de Oliveira/Assessoria de Imprensa Agrovenki
Crédito das fotos: Divulgação/Estância dos Alberti

Leia outras notícias no portal Mundo Agro Brasil

 

Relacionadas

Veja também

Canchim, a raça sintética proveniente do Charolês (francês) e do Nelore (brasileiro) integra banco de dados do Promebo.
Já no parto, o coto umbilical precisa cicatrizar de forma correta para evitar problemas futuros aos animais e prejuízos ao pecuarista.
Em tempos onde o preço da produção do leite sobe menos que os custos, nutrição de qualidade e assistência técnica ajudam a manter alta produtividade
Entre tantas,mais uma pesquisa comprova que ingerir mais “ouro branco”, a gordura láctea, oferece menor risco de doenças cardíacas.