Diálogo entre a ciência, o agro e a sociedade

Inclusão do agronegócio na Educação Básica também foi tema de discussões do evento "Wake Up Call Amazônia, Já", que tratou do melhor aproveitamento dos biomas.
Share on whatsapp
Compartilhe no WhatsApp
Share on facebook
Share on linkedin
Share on email
Share on telegram
Diálogo entre a ciência, o agro e a sociedade
Áudio

Os ativos ambientais e a sociedade permearam os debates do primeiro dia do evento promovido ao longo do dia 1º de dezembro, em Porto Velho (RO), no âmbito do projeto Biomas Tropicais, do Instituto Fórum do Futuro, foram o tema do início da tarde. O evento foi realizado em formato híbrido, com transmissão online pelo canal do Fórum do Futuro, no YouTube.

A discussão foi concentrada na apresentação de dois projetos de sustentabilidade: o Revegetar, que já é realizado no estado de Minas Gerais e tem como foco realizar o plantio de árvores em todas as cidades mineiras, e deverá ser também estendido à Rondônia. E o Conectividade Total, com foco em gerar impacto econômico, ambiental e social no agronegócio em escala nacional por meio de tecnologias digitais, incluindo pequenos e médios produtores.

A cobertura completa do painel pode ser acompanhada em: https://www.forumdofuturo.org/economia/responsabilidade-e-cases-praticos-do-uso-sustentavel-dos-recursos-naturais-sao-tema-de-painel-do-wake-up-call-amazonia-ja/

Wake Up Call Amazonia ja
“Wake Up Call Amazonia, Já” aconteceu de forma virtual e também presencial.

Desmistificando o agronegócio na Educação Básica

“O Agro para Estudantes – Ação Educacional”, também foi tema de debates no evento, com destaque para o livro “Agricultura: fatos e mitos – fundamentos para um debate racional sobre o agro brasileiro”, que foi escrito para ser usado por docentes, traduzindo temas variados e, muitas vezes desconhecidos, pelos moradores dos grandes centros urbanos, com o objetivo de dar luz à amplitude do agronegócio.

No centro da discussão, os participantes falaram sobre a importância da continuidade das gerações dentro da atividade, reforçando a necessidade de mostrar para a população urbana os benefícios do agro e quais as soluções criadas para minimizar seu impacto.

A cobertura completa do painel está em: https://www.forumdofuturo.org/economia/desmistificando-o-agro-na-educacao-basica/

Mundo digital e educação: o papel da ciência na formação básica

Ciência e educação são duas áreas que caminham em conjunto e são integradas cada vez mais cedo na vida dos estudantes, que estão inseridos no mundo da tecnologia. O painel “Educação e Cultura”, fechou o primeiro dia do evento trazendo para a discussão a inserção do pensamento científico na escola básica, além de apresentar um projeto de gestão integrada dos conhecimentos e da ciência transdisciplinar que será aplicado a uma instituição de ensino em Rondônia.

Confira a cobertura completa em: https://www.forumdofuturo.org/economia/painel-do-evento-wake-up-call-amazonia-ja-promove-debate-sobre-mudancas-do-mundo-digital-e-educacao/

Café Robusta Amazônico

Ao final da programação do primeiro dia, a organização do evento convidou uma comissão local para apresentar detalhes e algumas informações sobre o chamado café Robusta Amazônico, cultivado no Estado de Rondônia e que tem ganhado cada vez mais espaço no mercado de cafés especiais.

Estudos e dados apresentados demonstraram que Rondônia é um produtor de cafés robustas ou “arrobustados” – cruzamentos de cafés da espécie canéfora, variedades conilon e robusta, com predominância deste último, com alta qualidade, devido às suas características de clima, solo e seleção genética.

Esse reconhecimento, que a cafeicultura do Estado tem conquistado nos últimos anos, é reflexo da união de esforços entre produtores, instituições de pesquisa, extensão rural e órgãos governamentais. Cada um deles, construindo uma cafeicultura que vem se preparando para atender os mais diversos nichos de mercado.

Projeto Biomas Tropicais

O Projeto Biomas Tropicais é coordenado pelo Instituto Fórum do Futuro, presidido pelo Professor Alysson Paolinelli, e conta no seu núcleo central com a parceria de instituições como o CNPq, a Embrapa, a Universidade de São Paulo (ESALQ), as Universidades Federais de Lavras e Viçosa, o Centro de Gestão de Estudos estratégicos, o SEBRAE e a FGV-Agro, além de inúmeras instituições regionais em cada um dos biomas estudados.

A experiência deve desenvolver alternativas para a integração da ciência, energia, natureza e alimentos, criando uma sinergia entre essas áreas e dando grande ênfase a ações sustentáveis. A concepção do Projeto Biomas começou há oito anos e a implantação teve início em meados de 2019, no Polo Demonstrativo dos Cerrados, em Rio Verde (GO). Agora estão sendo iniciados os trabalhos na Amazônia e na Caatinga.

Mais informações em https://www.forumdofuturo.org/?projeto=biomas-tropicais.

Fonte: Projeto Biomas Tropicais/Attuale Comunicação

Crédito: Divulgação Projeto Biomas Tropicais

Leia outras notícias no portal Mundo Agro Brasil

Relacionadas

Veja também

Projeto Conexão Campo e Cidade traz o IPA, instituto que atua na representação da agropecuária na política nacional. Ele entende que governos devem focar na redução de custos para o produtor
Bunge disse, em nota, que “esta transação contribuirá para a capacidade de originação de grãos”. A nova aquisição é uma empresa especializada em insumos agrícolas
Querendo ou não, a tecnologia chegou para ficar e é claro que ela está muito além do sinal de internet, na comunicação. Ela vai até novas técnicas e formatos de manejo dos animais
Desarranjo nas cadeias globais e a retomada da demanda em grandes portos exportadores do mundo ajudam a explicar a situação que afeta a distribuição de café, carnes, grãos e insumos.