13º Desafio Nacional de Máxima Produtividade de Soja

O Comitê Estratégico Soja Brasil (Cesb) anunciou os campeões do concurso que premiou os sojicultores mais produtivos do Brasil
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
13º Desafio Nacional de Máxima Produtividade de Soja
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Áudio

O Comitê Estratégico Soja Brasil (Cesb) anunciou os campeões do 13º Desafio Nacional de Máxima Produtividade de Soja. O concurso é realizado no Fórum Nacional de Máxima Produtividade, que este ano foi de forma virtual, e premiou os sojicultores mais produtivos do Brasil.  

O produtor rural Ernest Milla (in memorian), da propriedade Fundo Grande, de Pinhão (PR), registrou 129,16 sacas por hectare na safra 2020/2021, consagrando-se o grande campeão nacional. Milla também foi o campeão da região Sul. 

Sumitomo Chemical é um dos membros do Comitê Estratégico Soja Brasil (Cesb), entidade responsável pelo Desafio Nacional de Máxima Produtividade. É uma das principais empresas químicas do mundo. Na América Latina opera com soluções para agricultura, nutrição animal e saúde ambiental com o objetivo de promover o bem-estar oferecendo soluções sustentáveis para a produção de alimentos e a saúde da sociedade. Firmando seu compromisso com o desenvolvimento sustentável, a companhia é signatária do Pacto Global e promove ações para contribuir com os 17 Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS), iniciativa da Organização das Nações Unidas (ONU) que estipula metas para transformar o mundo até 2030. 

A atual edição registrou o maior número de inscritos, com mais de 6 mil produtores de várias regiões do País. E, segundo afirmação do diretor de Marketing da Sumitomo Chemical, Marcelo Habe, a companhia investe constantemente em tecnologias para ampliar a produtividade dos sojicultores. “Como exemplo, temos os BioRacionais, voltados ao desenvolvimento de soluções sustentáveis e de origem biológica para melhoria de cultivos, saúde e conservação dos solos e proteção de plantas e sementes”.  

Case de sucesso na busca por altas produtividades na cultura da soja, o Programa de Reguladores de Crescimento Vegetal da Sumitomo Chemical entregou um aumento de quatro sacas por hectare, na média de 337 lavouras colhidas na safra 20/21, em todas as regiões produtoras do Brasil. 

Mais campeões em produtividade da soja no Brasil 

Na região Sudeste, o campeão nacional da categoria Irrigado foi Silvio Langreberto Maluta, da Fazenda Fratelli, de Itapeva (SP), com 121,29 sacas por hectare. Já na categoria Sequeiro, da região Sudeste, o vencedor foi Marcus Felippe Reis Veiga, da Fazenda São João das Vitórias, de Madre de Deus de Minas (MG), com 113,99 sacas por hectare.  

Na região Norte/Nordeste, o Grupo Gorgen, com 113,26 sacas por hectare, na Fazenda Cabreúva e Paz, em Formosa do Rio Preto (BA), tornou-se o vencedor, e, na região Centro-Oeste, a SLC Agrícola SA ficou em primeiro lugar, com 100,33 sacas por hectare, na Fazenda Pamplona, em Cristalina (GO). 

O Cesb foi criado com o objetivo de oferecer um ambiente regional e nacional que estimule sojicultores e consultores técnicos a desafiar seus conhecimentos, incentivando o desenvolvimento de práticas de cultivo inovadoras. 

Fonte: via assessoria
Crédito da foto: Divulgação

Leia outras notícias no portal Mundo Agro Brasil

Relacionadas

Leia também