Comenda e Grande Colar Digital Nacional “Ministro Alysson Paolinelli”

Em evento que homenageia o ex-ministro Alysson Paolinelli, a Comissão da OAB/MG irá conceder honrarias às maiores personalidades do Agronegócio Brasileiro, entre elas Carla de Freitas, presidente do NFA
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Comenda e Grande Colar Digital Nacional “Ministro Alysson Paolinelli”
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Áudio

Nesta quarta-feira, dia 14 de julho, às 20h, acontece a solenidade de entrega da Comenda e Grande Colar Digital Nacional, promovida pela Comissão do Direito do Agronegócio da OAB/MG, com o apoio da OAB Nacional. A cerimônia virtual será transmitida pelo canal YouTube e retransmitir pelo portal MAB (clique aqui)

Trata-se de um evento que recebeu o nome do ex-ministro da Agricultura, Alysson Paolinelli, indicado ao Prêmio Nobel da Paz, no qual a Comissão da OAB/MG irá conceder honrarias às maiores personalidades do Agronegócio Brasileiro, entre elas Carla de Freitas, presidente do NFA – Núcleo Feminino do Agronegócio. 

O presidente da OAB de Minas Gerais, Dr. Raimundo Cândido Júnior, que é o presidente do Conselho Superior da Comenda, através da Comissão de Direito do Agronegócio, a qual Manoel de Souza Barros preside, tomaram a iniciativa de promover essa solenidade. É uma grande homenagem as 50 maiores personalidades do setor agropecuário do Brasil, nos diversos segmentos, todas elas acolhendo em plenitude o legado do ministro Alysson Paolinelli, sua história, o resgate à memória e ao presente.  

Em entrevista exclusiva ao Portal MAB/Agrovenki, o presidente da Comissão do Direito do Agronegócio da OAB MG e conselheiro Federal do Agronegócio, Manoel Mário de Souza Barros, nos conta que esse Conselho Superior da Comenda Digital Nacional ‘Ministro Alysson Paolinelli’ foi criado por iniciativa da Comissão de Direito do Agronegócio da OAB de Minas Gerais para homenagear o mineiro de Tambuí, que foi indicado para o Prêmio Nobel da Paz da Agricultura Sustentável, da Agricultura Tropical. “A intenção é imortalizar esse legado que o Alysson vem empreendendo desde a década de 70 para cá, tirando o país da área de importador de alimentos para exportador de alimentos”, diz.  

Alysson Paolinelli foi secretário de agricultura de Minas Gerais e ministro da agricultura nos anos 70. Nesse período, Paolinelli modernizou a Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (Embrapa) e promoveu a ocupação econômica do Cerrado. Em 2006, Paolinelli ganhou o World Food Prize, concedido a pessoas que ajudaram a melhorar a qualidade, quantidade ou disponibilidade de alimentos no mundo. Em 2021, foi indicado ao Prêmio Nobel da Paz. 

“A ideia da homenagem é expor essa consolidação de fortalecimento, da reinvenção do cerrado brasileiro, uma real transformação que culminou em resultados fantásticos”, explica Souza Barros. “Assim, vamos ressaltar, ao longo de sua carreira, legados como tornar terras degradáveis em terras produtivas, o que levou o Agro a patamares extraordinariamente consolidados. Primeiro iremos homenagear algumas memórias póstumas, personalidades que já se foram mais deixaram sua marca na história, como o governador de Minas, Rondon Pacheco. E seguiremos pelas citações de personalidades, como Carla de Freitas, que perfazem o significado maior do Agro brasileiro hoje; significado de desenvolvimento de criação, de entendimento, de conhecimento e de liderança”.  

São as 50 maiores autoridades do país, lideranças femininas, lideranças empresariais, todas que perfazem as principais cadeias produtivas, norteadas pelo Conselho Superior da Comenda que é presidido pelo presidente da OAB, Manoel Mário de Souza Barros, pelo senador Rodrigo Pacheco, presidente do Senado Nacional, pelo governador Romeu Zema e por outras autoridades do Executivo, Legislativo e Judiciário de Minas Gerais.  

“Foram acolhidos os nomes por nós sugeridos, coordenados por toda essa estrutura gigante do Agro brasileiro. E nós, com a responsabilidade conferida, faremos esse evento proliferar. O novo Nobel da Paz será oficializado em 7 de dezembro – que é o dia do aniversário do Alfred Nobel – na Noruega”.  

Manoel Mário lembra que o setor rural ganhou prêmio 50 anos atrás, pelo americano Norman Bulash e depois disso nunca mais. “E o Brasil tampouco. Então, esse prêmio é do Brasil, o Alysson sempre fala isso. Replicando as palavras do ex-ministro Roberto Rodrigues, ‘o Alysson é o maior brasileiro vivo da história hoje’. Portanto, nós estamos prestes a comemorar essa grande vitória do país”.  

E, para finalizar, ele diz: “Nossa comissão é eclética, formada por 18 integrantes do Estado de Minas Gerais, cada um especialista na área do direito do Agronegócio. Sou diretor do Conselho do Agronegócio da Associação Comercial e Empresarial de Minas Gerais, diretor do Agronegócio da CIN – Câmara Internacional de Negócios, e na Faculdade de Direito CEDIN, coordeno a pós- graduação em Direito do Agronegócio, MBA avançado. A ideia é fazer as coisas rigorosamente dentro dos melhores princípios. Também queremos instituir, a partir do ano que vem, essa Comenda Alysson Paolinelli para que continue sendo entregue às lideranças brasileiras”. 

Serviço Comenda e Grande Colar Digital Nacional

Evento: Comenda e Grande Colar Digital Nacional “Ministro Alysson Paolinelli”
Realização: OAB Minas Gerais/Comissão Estadual do Direito do Agronegócio e Agronews. Com apoio da OAB Federal
Data/Horário: 14 de julho, das 19h55 às 22h
Evento online: via Youtube 

Fonte: Assessoria de Imprensa Agrovenki 
Crédito da foto: Divulgação

Leia outras notícias no portal Mundo Agro Brasil

Relacionadas

Leia também