China pede informações técnicas atualizadas de plantas frigoríficas brasileiras

Segundo nota do Mapa, há 56 plantas em espera para análise de habilitações e Pequim pede que elas sejam atualizadas - um procedimento considerado “normal”

Compartilhar

Share on whatsapp
Share on facebook
Share on linkedin
Share on email
Share on telegram
China pede informações técnicas atualizadas de plantas frigoríficas brasileiras
Foto – Divulgação
Áudio

Depois que a informação começou a circular em aplicativos de redes sociais na terça-feira (27/07), o Ministério de Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa) agiu rápido para desmentir que a China havia recusado novas habilitações de 70 plantas frigoríficas brasileiras.

A notícia causou certa apreensão no mercado, contendo informações recentes de que o governo chinês tomou medidas de contingenciamento de importações fora da cota de algumas commodities, para controlar o fluxo de divisas e aliviar a pressão inflacionária.

Segundo nota do Mapa, há 56 plantas em espera para análise de habilitações e Pequim pede que sejam atualizadas as informações técnicas sobre elas, um procedimento considerado “normal” depois que a China paralisou os processos.

“Esse trabalho havia sido suspenso desde o início da pandemia, em virtude de a necessidade desse órgão dedicar seus quadros a atividades relacionadas à prevenção e controle da pandemia”, diz o Mapa, fazendo referência ao General Administration of Customs People’s Republic of China (GACC).

Fonte: Mapa
Foto: Divulgação

Leia mais notícias no portal Mundo Agro Brasil

Relacionadas

Veja também

Câmara Temática de Insumos debate demora no registro de inovações tecnológicas
Apesar de sucessivos recordes nas exportações brasileiras de produtos do agronegócio, ainda é preciso melhorar a imagem do Brasil.
Alta do dólar em meio a pandemia elevou exportação e esvaziou mercado interno. Castigo ao consumidor brasileiro deve perdurar, em meio a safras recordes.
Campanhas e pessoas como Carlos Alberto da Silva, da Publique; veículos como o jornal Estadão; e agências como a Santa Clara, foram lembrados.