Carne brasileira é notícia em Portugal

Segundo RTP, um grupo empresarial chinês prevê que China vai importar mais carne bovina brasileira agora em 2022. Uma boa notícia
Share on whatsapp
Compartilhe no WhatsApp
Share on facebook
Share on linkedin
Share on email
Share on telegram
Carne brasileira é notícia em Portugal
Desde 2019 que a China é o maior comprador do produto brasileiro, com o Brasil a representar cerca de metade das importações chinesas de carne bovina – Foto: Arquivo Agência Brasil

O grupo gigante chinês Beijing Properties (Holdings) Ltd prevê que as importações chinesas de produtos congelados, incluindo carne brasileira, vão continuar a aumentar em 2022, apesar da pandemia da covid-19.

O relatório anual do grupo, divulgado na quinta-feira, 19 de janeiro, lembra que a China autorizou, desde 15 de dezembro, a retoma das importações de carne bovina brasileira, após uma suspensão que vinha desde 4 de setembro, após dois casos atípicos da doença da vaca louca (EEB).

A Administração-Geral de Alfândegas da China disse em despacho que autorizava a importação de carne bovina sem osso do Brasil, de bovinos com menos de 30 meses de idade.

Devido à suspensão de mais de três meses, as exportações chinesas de carne bovina brasileira caíram quase 20% em 2021, para 950 mil toneladas, segundo dados da Associação Brasileira de Frigoríficos.

Desde 2019 que a China é o maior comprador do produto brasileiro, com o Brasil a representar cerca de metade das importações chinesas de carne brasileira bovina, sublinhou o Beijing Properties.

O Governo chinês tem alegado que os recentes surtos da estirpe Ómicron da covid-19 na China continental se devem, em parte, a produtos provenientes do estrangeiro.

Isto, apesar de especialistas em saúde estrangeiros terem enfatizado que o vírus se espalha sobretudo por meio de gotículas respiratórias, quando as pessoas infetadas respiram, falam, tossem e espirram.

A cidade de Shenzhen, no sul da China, anunciou nesta quarta-feira que quem receber encomendas provenientes do estrangeiro terá os seus movimentos limitados no território. Pequim também aconselhou a população a minimizar a compra de bens do estrangeiro.

Ainda assim, o conglomerado disse acreditar que os planos do Governo chinês para o setor da logística de congelados possam eliminar problemas de segurança alimentar e aumentar a confiança dos consumidores.

Os planos preveem uma maior concentração das empresas ao atuar neste setor e a criação de uma base centralizada, em Shenzhen, para os controles anticoronavírus impostos pela China aos produtos importados.

A imprensa estatal chinesa tem noticiado regularmente multas aplicadas a comerciantes que importaram, de forma ilegal, carne congelada do Brasil.

Dia 4 de janeiro, a polícia de uma cidade do sudoeste da China aplicou uma pena de detenção de 10 dias a dois comerciantes, acusados de não terem submetido um lote de pernas de frango enviadas do Brasil aos controles vigentes.

Fonte: RTP

Leia outras notícias no portal Mundo Agro Brasil

Relacionadas

Veja também

Equídeo
O encontro entre o IBEqui, o Instituto de Biotecnologia e Inovação do Senai e a Embrapa teve como objetivo o desenvolvimento de pesquisas voltadas aos interesses da Equideocultura
Aves e Suinos
As tarifas para a importação de carne de frango foram suspensas pelo México para países que tenham estabelecimentos habilitados a exportar o produto
BovinoLeite
Evento, que reuniu o governador de Goiás e produtores de leite, aconteceu na Estância Tamburil e teve como objetivo a discussão do avanço tecnológico no setor
BovinoCorte
De origem brasileira, a JBS vai distribuir mais de R$ 2,2 bi em dividendos pelos bons resultados obtidos no mercado americano