Boehringer Ingelheim promove evento

Boehringer Ingelheim promove dias de campo para combate à Diarreia Viral Bovina (BVD) em diferentes regiões do Brasil.
Share on whatsapp
Compartilhe no WhatsApp
Share on facebook
Share on linkedin
Share on email
Share on telegram
Boehringer Ingelheim promove evento
Áudio

A Unidade de Negócios de Saúde Animal da Boehringer Ingelheim promoverá, no próximo dia 19 de outubro, o evento “Porteira Aberta com Bovela”, voltado para conscientização, treinamento e disseminação de conteúdo informativo sobre a Diarreia Viral Bovina (BVD) a pecuaristas do Brasil.

Os treinamentos serão liderados pelos Coordenadores de território da Boehringer Ingelheim e distribuidores locais, além de médicos-veterinários parceiros. Haverá uma mobilização nacional de mais de 100 profissionais, que farão até três sessões de duas horas cada uma durante o dia, em 12 estados do país, com foco nas principais regiões de bacia leiteira do Brasil.

De acordo com o diretor da área de Grandes Animais da empresa, Nivaldo Grando, o objetivo do “Porteira Aberta com Bovela” é parar o Brasil durante um dia para falar com os pecuaristas sobre os impactos da BVD na produção e no bem-estar dos animais, auxiliando-os com conteúdo e troca de informações de qualidade para melhorar ainda mais a produtividade:

“A Boehringer Ingelheim faz parte da cadeia de produtividade do agronegócio e entende que pode contribuir com os distribuidores, veterinários, técnicos e pecuaristas/produtores de leite dentro de sua área de atuação, que é a saúde e o bem-estar dos animais”, afirma. “Por isso, oferecemos diversos serviços e projetos de apoio para que todos os envolvidos cresçam se desenvolvam juntos. A BVD é uma doença de grande impacto e, nós, como players de saúde, precisamos atuar na conscientização sobre ela”.

Entre os projetos mencionados, é possível destacar o programa de fidelidade para pecuaristas, “Campeões do Campo”, o programa “Avante Distribuidores”, que oferece aos distribuidores parceiros um programa personalizado de acordo com as principais características, necessidades e desafios de cada um, e o “Smart Visit”, que possibilita o time técnico da companhia acompanhar de perto a realidade das propriedades e oferecer soluções rápidas e assertivas de manejo de modo a melhorar a produtividade e, consequentemente, a rentabilidade, por meio de visitas digitais realizadas por óculos de realidade virtual.

A BVD e a Bovela

A BVD é uma das doenças mais importantes que afetam o rebanho, causando baixa fertilidade e uma perda significativa na produção, mesmo em ambientes onde se presume que os animais tenham proteção, devido à exposição anterior à doença ou mesmo em rebanhos vacinados. Consequentemente, a incidência da enfermidade no rebanho também afeta diretamente na lucratividade dos pecuaristas.

Entre as principais causas de prejuízo econômico nas fazendas, devido a infecções por BVD, estão: ocorrência de abortos, natimortos, queda na produção de leite, diarreia, DRB (doença respiratória bovina) entre outras. É uma doença com baixa mortalidade, mas alta morbidade e alta disseminação da infecção entre os animais, além da formação de animais persistentemente infectados, quando vacas/novilhas se infectam com o vírus da BVD entre 40 e 120 dias de gestação e transmitem o vírus ao feto¹.

Estima-se que o impacto financeiro seja de aproximadamente US$ 210 por animal ao ano. Outro fator relevante é que entre 70% e 95% das infecções são subclínicas, causando prejuízos perpétuos e silenciosos aos produtores².

A transmissão da doença pode ser horizontal, através do contato direto com descarga nasal, urina, fezes, sêmem de animais infectados ou; a transmissão pode ser vertical, através da disseminação do vírus de forma transplacentária durante a gestação, provocando abortos, fetos malformados ou a formação de animais PI (Persistentemente Infectados).

Para Nivaldo Grando, apesar de causar inúmeros prejuízos ao gado de leite, a BVD ainda é tratada com pouca atenção no Brasil: “Há espaço para mais debates e informações sobre o tema, principalmente quando tratamos a doença de forma preventiva. O investimento em prevenção normalmente é muito inferior ao prejuízo causado por uma doença no rebanho”, diz.

A Bovela é uma vacina viva que protege contra os dois tipos de Diarreia Viral Bovina: A BVD Tipo 1 e a BVD Tipo 2. Ela é utilizada para imunização ativa de bovinos, visando a redução dos sinais clínicos da doença, a disseminação do vírus na propriedade e os prejuízos causados pela infecção, assim como a imunização ativa de fêmeas gestantes, de modo a prevenir a infecção transplacentária do feto e, consequentemente, o nascimento de animais persistentemente infectados (PI).

Boehringer Ingelheim Saúde Animal

A vida de animais e humanos estão cada vez mais interligadas de maneira profunda e complexa. Nós sabemos que quando os animais estão saudáveis, os humanos também estão. Em todo o mundo, nossos 9.700 funcionários estão dedicados a entrega valor por meio da inovação, enquanto melhoram o bem-estar de ambos.  

O respeito pelos animais, pessoas e meio ambiente está no coração do que fazemos. Desenvolvemos soluções e serviços para proteger os animais de doenças e dores. Nós apoiamos nossos clientes no cuidado da saúde de seus animais e protegemos nossas comunidades contra enfermidades que ameaçam a vida e a sociedade.  

A Boehringer Ingelheim Saúde Animal é a segunda maior empresa de saúde animal do mundo, com vendas líquidas de € 4,1 bilhões de euros em 2020 e presença em mais de 150 países. Para mais informações, acesse: www.boehringer-ingelheim.com/animal-health/overview.

Referências

Adaptado de Flores E., et al., 2005. A infecção pelo vírus da Diarréia Viral Bovina (BVDV) no Brasil Viral Bovina (BVDV) no Brasil – histórico, situação atual e perspectivas. Pesq. Vet. Bras. 25(3),125-134.
Adaptado de Richter V. et al., 2017. A systematic worldwide review of the direct monetary losses in cattle due to bovine viral diarrhoea virus infection. The Veterinary Journal 220, 80–87.
Adaptado de: https://www.aces.edu/blog/topics/beef/bovine-viral-diarrhea-virus/

Fonte: Boehringer Ingelheim Saúde Animal/Ideal H+K Strategies

Boehringer Ingelheim Saúde Animal

Relacionadas

Veja também

Remar Cidadão precisa da participação dos cidadãos para avaliação e aprimoramento das previsões de andadas e das normativas de defeso dos caranguejos nos anos futuros
Para especialistas, desempenho exportador das carnes neste início de 2022 é bastante satisfatório, mas o preço da carne suína registra queda anual próxima de 10%
Também nos bovinos, os nutrientes desempenham funções essenciais no organismo; então, atenção para quando ele faltarem na forragem oferecida, Carência muito comum no País
Os dados constam do banco da Associação Nacional de Criadores Herd-Book Collares (ANC), entidade mais antiga de registro de animais de raça do país