Bem-estar animal é incremento de produtividade

Bem-estar animal do rebanho é garantido com plataforma Combat, afirma diretor de confinamentos da JBJ Agropecuária.
Share on whatsapp
Compartilhe no WhatsApp
Share on facebook
Share on linkedin
Share on email
Share on telegram
A plataforma Combat Heat Stress Tool Box ajuda, além do bem-estar animal, na rentabilidade dos pecuaristas.
Áudio

O cuidado com o manejo do rebanho, especialmente nos períodos de altas temperaturas, é fundamental para a manutenção do bem-estar animal e conquista da produtividade. Alguns sinais são indicativos de que os animais estão enfrentando estresse térmico. É o caso do menor ganho de peso, elevado consumo de água, respiração ofegante e, até mesmo, o aparecimento de doenças. “A pneumonia é um dos problemas mais comuns decorrentes do estresse térmico”, explica o médico veterinário Fernando Sagrado. Há quatro anos como diretor de confinamentos da JBJ Agropecuária, ele pontua que durante as rondas sanitárias, nos períodos mais quentes, é possível observar que a ocorrência dessa e de outras enfermidades se tornam mais frequentes.

Fernando Sagrado encontrou na plataforma Combat Heat Stress Tool Box um facilitador para a gestão dos confinamentos. A ferramenta, desenvolvida pela Phibro Saúde Animal – uma das mais importantes indústrias veterinárias e de nutrição animal do mundo – ajuda os pecuaristas a identificar e controlar o estresse térmico dos bovinos.

“A plataforma mostra claramente o volume de animais com status normal, médio ou já em estresse térmico naquele dia. Isso é muito importante, ajuda a nos organizar para tomar decisões mais rápidas e assertivas, auxiliando diretamente no manejo”, explica o diretor da JBJ.

O balanço diário dos animais é outro ponto positivo enfatizado pelo profissional, justamente pela possibilidade de gerir adequadamente o rebanho conforme suas necessidades antes mesmo de o animal confinado apresentar sinais de estresse térmico – fator fundamental para uma gestão focada no bem-estar animal.

“Desde que começamos a utilizar a plataforma tivemos de fazer algumas tomadas de decisões e, com isso, os animais melhoraram o consumo de ração e não apresentaram estresse térmico ao longo do dia como antes, principalmente em períodos em que a troca de calor era muito alta a ponto de ter animais ofegantes nos confinamentos, o que praticamente zerou. O volume de medicamentos curativos utilizados também diminuem bastante, já que os animais têm menos estresse e acabam ficando com a imunidade superior ao que tinham antes”, comenta Sagrado.

O importante, segundo o médico veterinário, é que o produtor que adote o uso da plataforma Combat passe a realizar as análises periódicas, de acordo com sua realidade, e tome as medidas necessárias para reduzir o estresse térmico. Dentre as ações pontuadas por Fernando Sagrado para mitigar o estresse térmico está a ampliação de bebedouros. Um exemplo são os confinamentos da própria JBJ Agropecuária, que, segundo ele, estão com quase 100% a mais de bebedouros em relação ao período antes da adesão à plataforma.

Sem estresse térmico, o bem-estar do rebanho resulta em melhor desempenho

Apresentada ao mercado em março de 2021, a plataforma Combat Heat Stress Tool Box ajuda, além do bem-estar animal, na rentabilidade dos pecuaristas. “Está comprovado pela ciência que animais com menor nível de estresse térmico se alimentam melhor, ficam menos doentes, utilizam de maneira mais eficiente a dieta e, assim, têm melhor desempenho zootécnico”, afirma o presidente da Phibro, Mauricio Graziani. “Combat é uma ferramenta essencial para os pecuaristas produzirem mais arrobas de maneira mais eficiente e ter maior lucratividade com a manutenção do bem-estar do rebanho.”

A plataforma Combat foi criada a partir da troca de conhecimento com estudiosos de diferentes regiões, incluindo pesquisadores internacionais. “Essas discussões nos ajudaram a criar uma ferramenta de avaliação do estresse térmico com foco na realidade do país, considerando os tipos de animais e as características do microambiente onde estão inseridos”, afirma o presidente da Phibro.

Os pecuaristas inserem informações específicas sobre suas propriedades e, principalmente, sobre os seus animais. Com base em relatórios detalhados e personalizados, a plataforma Combat mensura o nível de estresse a que os animais estão submetidos, além de fornecer uma predição, permitindo aos criadores se antecipar ao problema, mantendo assim o bem-estar dos bovinos e evitando perdas de produtividade.

Para saber mais sobre a plataforma Combat, acesse www.combatheatstresstoolbox.com.

Fonte: Phibro/Texto Comunicação

Crédito: Mundo Agro Brasil – MAB/Ivaris Júnior

Relacionadas

Veja também

Quando o esporte ou lazer é seguro, toda a família participa e guarda grandes recordações ao lado do tão famoso Mangalarga Marchador.
Na pecuária o compromisso é com o desenvolvimento sustentável da atividade e capacitação dos pequenos e médios pecuaristas.
No Dia Mundial do Ovo, setor celebra perspectiva de novo recorde de consumo, aproveitando a oportunidade de mercado da proteína.
Vacinação. Vacinas são produtos biológicos gerados a partir de vírus, bactérias e outros microrganismos causadores de doenças.