Irrigação de luz sobre a lavoura traz benefícios aos agricultores

Tecnologia de suplementação luminosa do cultivo agrícola por meio da instalação de painéis de iluminação artificial de alta eficiência em pivôs de irrigação
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Irrigação de luz sobre a lavoura traz benefícios aos agricultores
Tecnologia luminosa em lavouras – Foto: Grupo Fienile
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Áudio

Muito se desenvolveu até hoje junto às técnicas de manejo na agricultura e quanto ao uso de tecnologias em cultivos diversos. E, há muito tempo, fatores como genética, controle de plantas daninhas, pragas e doenças, irrigação e manejo nutricional são aprimorados para elevar a produtividade de lavouras. Contudo, o fornecimento de energia luminosa sempre esteve na dependência da luz solar.

Agora, no entanto, essa dificuldade começa a ser vencida por meio da adoção da tecnologia de suplementação luminosa do cultivo agrícola por meio da instalação de painéis de iluminação artificial de alta eficiência em pivôs de irrigação. Trata-se de uma proposta desenvolvida pelo Grupo Fienile®, que permite não só irrigar água no sentido convencional, mas também irrigar luz sobre toda a lavoura de uma forma completamente controlável.

De acordo com a equipe do Grupo Fiennile, essa é uma tecnologia pioneira e que traz benefícios, tais como o aumento da produtividade em diferentes lavouras. Para esclarecer o funcionamento do processo, a equipe explica: “Na realização da fotossíntese, para que possam crescer e se desenvolver, as plantas precisam de água, sais minerais e luz. O que ocorre, porém, é que a oferta de luz varia tanto diariamente quanto conforme as estações do ano e a latitude de localização da área; tanto que em algumas regiões do globo é conseguida apenas uma safra agrícola por ano. Com base nessa limitação, uma nova proposta começa a se basear na suplementação luminosa do cultivo agrícola. Nela, são utilizados painéis de iluminação artificial de alta eficiência em pivôs de irrigação”.

Desenvolvida pelo Grupo Fienile®, essa proposta que recebeu o nome de IRRILUCE, que permite não só irrigar água no sentido convencional, mas também irrigar luz sobre toda a lavoura de uma forma completamente controlável.

“O objetivo da suplementação luminosa é gerar estímulos para que as plantas se tornem mais eficientes no processo de fotossíntese. Juntamente com um aperfeiçoamento nas técnicas de manejo dos sistemas agrícolas, essa tecnologia tem proporcionado o alcance de altas produtividades”, complementam os representantes do Grupo Fienile.

A tecnologia de luz está associada a um pivô de irrigação

Para que a tecnologia seja eficiente e otimize o sistema de produção, a empresa se aproveita do pivô de irrigação para fixação das lâmpadas, responsáveis por realizar a iluminação noturna das plantações.

O interessante neste sentido é, além da suplementação da radiação solar por meio da iluminação artificial com o pivô, a tecnologia não impede que o pivô realize suas funções básicas como irrigação.

“A tecnologia está baseada em aproveitar a estrutura do pivô central para o fornecimento da iluminação artificial. Ela pode ser instalada em qualquer pivô e não tem contraindicação para qualquer cultura”, dizem os profissionais do grupo Fienile.

Eles ainda explicam que já estão sendo desenvolvidos outros trabalhos para casas de vegetação, além de uma tecnologia para áreas de sequeiro.

Benefícios da suplementação luminosa artificial em produções agrícolas

Por meio dessa inovadora tecnologia, o Grupo Fienile consegue entregar ao agricultor uma solução tecnológica capaz de incluir diversos componentes para otimizar o sistema produtivo. Com isso, muitos são os benefícios para agricultores e seus respectivos sistemas agrícolas de produção.

“Percebemos que os principais benefícios observados pelos agricultores que já adquiriram a tecnologia estão relacionados ao aumento da produtividade, aumento da rentabilidade e o monitoramento mais detalhado da área de cultivo”, apontam os representantes da Fienile.

Esses benefícios são conquistados porque a irrigação artificial pode ser utilizada tanto no período noturno quanto em dias nublados. A empresa detentora da tecnologia diz também que a iluminação artificial já foi empregada em um pivô de 100 hectares em Minas Gerais e trouxe bons resultados para a safra de verão 2019/20.

“Nesse caso, nos primeiros dias de irrigação artificial foram projetados acréscimos de 57,3% na produção da soja, notando diferenças visuais bastante importantes entre as plantas”, afirmam.

Fonte: Fienile
Foto: Grupo Fienile

Leia outras notícias no portal Mundo Agro Brasil

Relacionadas

Leia também