Inovação da OnFarm é validada internacionalmente

Solução da startup desenvolveu um sistema único e inovador que permite a identificação do agente causador da mastite em 24h, na própria fazenda, por meio da cultura microbiológica
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Inovação da OnFarm é validada internacionalmente
Foto – Divulgação
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Áudio

A tecnologia é uma importante parceira do campo, por isso, a medicina veterinária tem buscado formas de se reinventar continuamente utilizando a inovação e a ciência como aliadas. No caso da pecuária leiteira, a mastite é uma das patologias mais prevalecentes e com um grande potencial de interferir de forma negativa no bem-estar e no desempenho dos animais.

Cientes deste desafio e tendo como propósito auxiliar os produtores, a OnFarm desenvolveu um sistema único e inovador que permite a identificação do agente causador da mastite em 24h, na própria fazenda, por meio da cultura microbiológica.

A solução da startup utiliza placas com meio de cultura cromogênicos que proporcionam uma rápida identificação de microrganismos isolados de vacas com mastite clínica e subclínica. Essa metodologia foi tema de um estudo publicado no renomado Journal of Dairy Science, com o título de “Evaluation of chromogenic culture media for rapid identification of microorganisms isolated from cows with clinical and subclinical mastites”, reafirmando a cultura inovadora da empresa e seu compromisso com o desenvolvimento científico.

As placas de cultura com meios cromogênicos da OnFarm foram elaboradas com o objetivo de ser uma ferramenta de fácil utilização pela própria fazenda, com diagnósticos rápido e preciso, o que facilita e agiliza a tomada de decisão sobre os protocolos de tratamento a serem adotados.

“Termos a validação das placas SmartColor2 publicado em uma das melhores revistas científicas do mundo, reforça o nosso compromisso com a ciência. Ela é a base para que possamos oferecer ao mercado uma tecnologia que empodere o produtor na sua tomada de decisão. Destaco ainda que este é o único meio de cultura cromogênico brasileiro com validação em revista internacional, o que reforça a importância do estudo”, detalha o CEO da OnFarm, Laerte Cassoli.

Como utilizar a inovação da OnFarm

Ao utilizar um método validado cientificamente e que proporciona a rápida identificação do agente causador da mastite, o produtor consegue ter uma tomada de decisão baseada em dados, que permite a adoção de estratégias eficientes para o tratamento e controle da patologia.

A publicação científica também contribuiu para uma outra importante conquista da startup: o selo de Empresa Amiga do Bem-Estar Animal, emitido pelo movimento #BebaMaisLeite, em parceria com a consultoria neozelandesa QConz. As empresas certificadas passam por uma avaliação rigorosa, com objetivo de analisar as soluções oferecidas, sua aplicabilidade, relevância, eficiência e, principalmente, sua contribuição para a manutenção do bem-estar animal no campo.

“Possuir soluções que promovam o bem-estar animal e contribuam para a evolução e fortalecimento da cadeia é um grande diferencial atualmente para as empresas. As startups impulsionam, de maneira muito mais rápida e ágil, as inovações e, portanto, tê-las no programa, é estratégico e fundamental para  avançarmos”, declara a  diretora de certificações da #BebaMaisLeite, Helena Karsburg.

Um dos propósitos da OnFarm é fomentar iniciativas que estimulem a aplicação do conceito no campo e , por isso, a certificação reforça o comprometimento da marca com o bem-estar animal. “Somos a primeira empresa do mercado brasileiro a possuir a certificação em bem-estar animal. Na prática, isso garante aos produtores que o sistema é o único que atende a todos os requisitos técnicos, tendo um rigoroso sistema de controle que passa pela validação dos meios de cultura, gestão das informações e também pelo treinamento e capacitação dos usuários”, afirma Laerte.

Fonte: Assessoria de Comunicação da OnFarm
Foto: Divulgação

Leia outras notícias no portal Mundo Agro Brasil

Relacionadas

Leia também