O AGRONEGÓCIO MAIS PERTO DE VOCÊ

Green Rider oferece produtos e serviços customizados para uma cartela variada de clientes do segmento equestre

Empresa tem como diferencial produtos e serviços testados e constantemente aprimorados por profissionais que estão no ramo há mais de 25 anos, mantendo como premissa o bem-estar animal e a satisfação dos seus clientes
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Green Rider oferece produtos e serviços customizados para uma cartela variada de clientes do segmento equestre
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Áudio

Quando a família Guerra começou a participar dos esportes equestres, na década 90, nem imaginava que um dia o que era hobby e paixão ia virar negócio. Afinal, foi a partir do conhecimento e investimento de anos nos esportes equestres que a família teve a ideia de criar a Green Rider, uma empresa que oferece produtos e serviços customizados para uma cartela variada de clientes do segmento equestre.

“Nossa família sempre foi muito envolvida e incentivadora dos esportes equestres. Na década de 90, já realizávamos provas com premiações garantidas em dinheiro. Além disso, participamos do desenvolvimento de várias associações [de raças equinas]. Eu, por exemplo, fiz parte do conselho da ABQM Jovem. Paralelo a isso, minha irmã consolidou-se diversas vezes campeã na modalidade de Três Tambores em provas oficiais e extra oficiais por todo país. Assim, a paixão foi só aumentando”, explica Rafael Guerra, sócio proprietário da Green Rider.

Evandro Guerra, pai de Rafael e Flávia, também se rendeu aos Três Tambores. Assim, na época, consagrou-se Campeão da Copa dos Campeões ABQM, em 2008, e ainda foi Reservado Campeão Mundial do NBHA nos Estados Unidos, em 2009. “Nesse mesmo ano decidimos colocar a Green Rider para funcionar. Com o crescimento do esporte, percebemos que poderíamos contribuir com nosso conhecimento e investimento de anos, e transformar isso tudo em um negócio”, lembra Rafael.

Rafael e Flávia Guerra no laboratório da Green Rider
Produtos e serviços da Green Rider

Como o esporte equestre está, de fato, presente no DNA da Green Rider, os produtos e serviços oferecidos pela empresa foram e são desenvolvidos por quem está no ramo há mais de 25 anos. Tratam-se de profissionais que se preocupam em testar e constantemente aprimorar os trabalhos sempre visando o bem-estar e a satisfação de seus clientes.

“No início, a empresa foi pioneira na fabricação de suplementos a base de óleo de alho. Logo depois vieram as bandagens elásticas e, ao fim de 2009 para 2010, já estávamos negociando o que seria o primeiro rastelo americano oficialmente importado dos Estados Unidos para o Brasil. Durante esse trajeto, buscamos todos os registros em todos os órgãos competentes: Receita Federal, Ministério da Agricultura, Conselho de Medicina Veterinária, Cetesb, Alvarás da Prefeitura, Bombeiros, etc.”.

Rastelo Green Rider, o maior equipamento da linha da empresa atualmente

Dessa forma, entre os produtos e serviços oferecidos atualmente pela Green Rider, estão:

⦁ Bandagens coesivas (de várias cores e estampas);
⦁ Linha de rastelos para pequenos tratores e quadriciclos, rastelos para caminhonete, rastelo (com e sem sistema de água) para tratores médios e rastelos super profissionais para tratores com mínimo de 100 CV indicado para grandes provas e eventos;
⦁ Peças de reposição de toda linha de equipamentos e até para equipamentos da concorrência;
⦁ Linha de painéis modulares de aço para fechamento de pistas, piquetes ou currais, com porteiras para entrar montado a cavalo ou a pé;
⦁ Suporte para construção de haras ou locais para eventos hípicos, onde é desenvolvido todo o projeto, desde o arquitetônico, civil, elétrico, hidrossanitário de toda a área, onde os sócios-proprietários da empresa usam todo o conhecimento de anos no ramo equestre alinhado com as mais novas tecnologias e materiais.

Setor de bandagens Green Rider

“Nos empenhamos a não só melhorar os animais e sim melhorar as condições para os animais de esporte. Não buscamos desempenho a qualquer custo. Buscamos o melhor resultado possível com segurança e bem estar animal. Então a partir de 2011 começamos a fabricar nossos próprios equipamentos para correção e manutenção de pistas equestres. Após diversas idas aos Estados Unidos e utilizar vários equipamentos por lá, seguimos aprimorando nossos equipamentos ano a ano e oficialmente já estamos há mais de 10 anos desenvolvendo e fabricando rastelos para arenas de diversas modalidades equestres”, acrescenta o sócio proprietário.

Módulos tubulares, para pistas e piquetes, Green Rider
Sede, equipe de profissionais e parceiros da empresa

A Green Rider está localizada na cidade de Porto Feliz/SP, onde possui um prédio próprio, com escritório, laboratório de desenvolvimento e análise, local para estoque de produto acabado (bandagens coesivas e equipamentos para pistas equestres e peças de reposição), além de um barracão de 300 m² destinado à linha de produção dos equipamentos para pista.

“Nossa equipe é enxuta e composta pelos integrantes Flávia Guerra (Médica Veterinária), Angélica Toledo (Consultora de Vendas), Evandro Guerra (Especialista em Pistas Equestres) e, por mim, Engenheiro e Consultor de Comex e Projetos Especiais”, cita Rafael. Além da nossa equipe interna, a Green Rider ainda trabalha com prestadores de serviços especializados, entre eles projetistas, soldadores, pintores, engenheiros, arquitetos, engenheiros, pedreiros, operadores de tratores e outras máquinas.

No quesito parceria, hoje a Green Rider mantém trabalhos em colaboração com diversas associações voltadas ao esporte equestre, entre elas NBHA e ABTB. Além disso, tem como parceiros hospitais veterinários – como Hospital Veterinário de Equinos de Batatais/SP – e diversos haras que fazem eventos particulares, como Haras Natalia – MT, Ycambi Ranch – MG, Storm Ranch – SP, Assessoria Esportiva Equestre Abelardo Jr. e CT Vivian Leis.

Mais informações sobre a Green Rider podem ser obtidas pelo site www.greenrider.com.br e pelos telefones (15) 2107-4596 e (15) 99618-3819.

Fonte: Natália de Oliveira/Agrovenki
Crédito das fotos: Divulgação/Green Rider

Leia outras notícias no portal MAB