Congresso Brasileiro do Agronegócio 2021 analisa o potencial do mercado de carbono verde no país

O 20º Congresso da ABAG em parceria com a B3 A Bolsa do Brasil, deverá reunir milhares de especialistas no dia 2 de agosto para abordar o tema central Nosso Carbono é Verde
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Congresso Brasileiro do Agronegócio 2021 analisa o potencial do mercado de carbono verde no país
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Áudio

O 20º Congresso da Associação Brasileira do Agronegócio (ABAG), em parceria com a B3 A Bolsa do Brasil, deverá reunir milhares de especialistas no dia 2 de agosto para abordar o tema central Nosso Carbono é Verde. O agronegócio é um dos setores mais promissores para fomentar o mercado de carbono, uma vez que pode reduzir as emissões de gases de efeito estufa (GEE) e, ao mesmo tempo, sequestrar esse elemento da atmosfera e armazená-lo no solo. 

Segundo dados do Painel Intergovernamental das Mudanças Climáticas de 2019, é possível estocar até 8,6 gigatoneladas de dióxido de carbono por ano nas terras cultiváveis e pastos do planeta. Nesse cenário, o agro brasileiro tem uma oportunidade ímpar de ser um dos líderes desse mercado pela alta mecanização e implementação de tecnologias de agricultura de precisão somada à adoção de boas práticas de manejo de solo e iniciativas para diminuir o uso ou reutilizar os recursos naturais.  

Além disso, as propriedades rurais brasileiras promovem ações constantes de preservação ambiental em seus territórios. O percentual de preservação pode variar entre 20% a 80% da área dependendo de sua localização. Apenas a conservação da Amazônia poderia render US$ 10 bilhões ao ano para o Brasil em créditos de carbono, conforme estimativa do Conselho Empresarial Brasileiro para o Desenvolvimento Sustentável (Cebds). 

Contudo, o grande desafio para o agronegócio é mensurar o volume capturado do carbono retido no solo, de forma a ser economicamente viável. Isso porque, atualmente, há um alto custo para verificação e certificação dessa informação. De acordo com dados da consultoria Refinitiv, o valor global do mercado de carbono saltou 20% no ano passado, para um volume recorde de 229 bilhões de euros. 

Para tratar dos diferentes aspectos ligados ao mercado de carbono verde, o Congresso Brasileiro do Agronegócio 2021, terá três painéis: Energia Limpa e Sustentável, Brasil Verde e Competitivo, e O Futuro do Agro no Comércio Mundial. As inscrições para participar do evento online estão abertas e são gratuitas no site oficial. 

A última edição do Congresso Brasileiro do Agronegócio, também promovida virtualmente, reuniu mais de 8000 participantes, um público formado por empresários, líderes setoriais, autoridades públicas ligadas aos governos federal, estadual e municipal, diversos parlamentares, além de inúmeros profissionais atuantes na cadeia do agro e estudantes de agronomia. 

Serviço:
Congresso Brasileiro do Agronegócio
Dia 2 de agosto de 2021, das 9h00 às 13h30
Inscrições e informações: https://congressoabag.com.br/
 

Fonte: Abag
Crédito da foto: Divulgação

Leia outras notícias no portal Mundo Agro Brasil

 

Relacionadas

Leia também

ESG Tech, a próxima onda tecnológica

ESG Tech, a próxima onda tecnológica

O papo sobre sustentabilidade corporativa não é novo, mas ganha outra roupagem com o interesse cada vez maior de consumidores e investidores por negócios realmente engajados com esses princípios. Este é o foco do artigo assinado por Marcos Luz, Head de Tecnologias Avançadas da Minsait no Brasil, apontando que a tecnologia pode prestar grandes contribuições, exercendo um papel central na coleta, verificação e análise do desempenho ESG.

Continue lendo ⠀➡