Carpas coloridas são comercializadas na região da Zona da Mata mineira

A comercialização de carpas coloridas em Leopoldina, MG, é realizada pela Epamig que também auxilia na seleção de material genético para o manejo
Share on whatsapp
Compartilhe no WhatsApp
Share on facebook
Share on linkedin
Share on email
Share on telegram
Comercialização de Carpas coloridas é realizada na região da Zona da Mata mineira
A venda de carpas coloridas é um dos resultados das ações do Centro de Referência em Piscicultura Ornamental de Água Doce da Epamig – Foto: Divulgação

A comercialização de carpas coloridas no Campo Experimental de Leopoldina, na Zona da Mata acaba de ser iniciada pela Empresa de Pesquisa Agropecuária de Minas Gerais (Epamig) que separou um lote com 1,5 mil alevinos (carpinhas) de 5 a 8 centímetros de comprimento, a serem comercializadas no valor de R$0,80 a R$1 a unidade.

A venda de carpas coloridas é um dos resultados das ações do Centro de Referência em Piscicultura Ornamental de Água Doce da Epamig, criado para colaborar com produtores da região. Os interessados devem comparecer em Leopoldina ou entrar em contato por meio dos canais de atendimento da Epamig.

Segundo o pesquisador da empresa, Alexmiliano Vogel, o trabalho com carpas é um dos pilares do Centro de Referência da Epamig. “Nossos lotes de matrizes e reprodutores de carpas ainda são pequenos. Porém, há a previsão de novas aquisições para reforçar e complementar nosso plantel. Buscamos matrizes e reprodutores de cores fortes, formas e detalhes bem definidos, tudo para fornecer ao produtor peixes de qualidade”, destaca.

Carpas para uso ornamental

Sobre os requisitos básicos para obter sucesso na criação de carpas para uso ornamental, o pesquisador é enfático em ressaltar as características da água. “Sempre que falamos de peixe, temos de nos preocupar com os parâmetros de qualidade da água. Para as carpas, o ideal é um pH entre 7.2 e 8.5, teores de amônia abaixo de 0.5 mg por litro, temperatura entre 18ºC e 26°C, e oxigênio em torno de 5 mg por litro”, revela o pesquisador.

Compradores de carpas e piscicultores em geral podem entrar em contato com a Epamig de Leopoldina pelo telefone (32) 3441-2330 ou pelo e-mail [email protected]

Piscicultura de Água Doce

O Centro de Referência em Piscicultura Ornamental de Água Doce da Epamig foi inaugurado em 2017 e está localizado no Campo Experimental da empresa no município de Leopoldina. O centro surgiu com a função de atender a demandas de criadores e piscicultores por tecnologias para o incremento da atividade no estado.

Resultado de uma parceria entre a Epamig, a Universidade Federal de Ouro Preto (Ufop) e o Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa), além do extinto Ministério de Aquicultura e Pesca (MAP), o centro gera informações qualificadas para a melhoria do desempenho técnico, ambiental e econômico da piscicultura ornamental mineira.

É importante destacar que atuação dos pesquisadores da Epamig está integrada com associações, cooperativas, extensão rural e demais entidades representativas, tudo para promover capacitação e o desenvolvimento de técnicas para a criação de espécies ornamentais.

Fonte: Epamig

Leia outras notícias no portal Mundo Agro Brasil

Relacionadas

Veja também

O Dia de Campo da Piscicultura do Sebrae contará com uma agenda cheia de atividades teóricas e práticas que terão início as 07h da manhã e seguem até as 16h em Várzea Grande, MT
Entrega dos insumos aconteceu na unidade referência em reprodução de espécies de peixes nativos, com destaque para o tambaqui, matrinxã e pirapitinga, em Balbina
Chamado de Pride, o projeto será implantando em Rondônia visando a implantação de um Centro de Conhecimento Sustentável
Durante o inverno é importante que o piscicultor adote medidas preventivas a fim de minimizar os efeitos da baixa temperatura
X