Nova versão do Boletim da Sociobiodiversidade

A Companhia Nacional de Abastecimento (Conab), agora com publicação mensal, trará informações mensais sobre o extrativismo
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Áudio

A Companhia Nacional de Abastecimento (Conab) lançou no dia 13 de abril a nova versão do Boletim da Sociobiodiversidade, uma publicação que passa a ser mensal, com análises de produção, preços e pagamentos de subvenções para estímulo às atividades dos que buscam o sustento nos recursos da floresta. É um instrumento de apoio à Política de Garantia de Preços Mínimos para os Produtos da Sociobiodiversidade (PGPM-Bio).

Produtos colhidos nos diversos biomas que compõem as regiões brasileiras, como babaçu, buriti, pequi, piaçava, pinhão e o pirarucu, entre outros, serão apresentados com textos mais objetivos, informações de mercado relevantes do mês anterior, além de análises de situações do mês seguinte.

Na opinião do superintendente de Estudos Agroalimentares e da Sociobiodiversidade da Conab, Marisson de Melo Marinho, com o conteúdo aprimorado e a periodicidade de entrega revista, o novo produto passa a garantir informações atualizadas sobre o setor e sintetizadas em uma única publicação.

“O Boletim não traz dados restritos apenas à Conab, mas amplia o campo com análises de mercado sobre os produtos da sociobiodiversidade e conteúdos construídos em todos os biomas, pela atuação de técnicos sediados na Matriz, em Brasília, e de representações nos estados”, garante Marisson.

O objetivo da Conab, segundo superintendente, “é subsidiar de informações os principais atores envolvidos nas cadeias produtivas em análise, como associações e entidades relacionadas, bem como as instâncias de governo que tratam do tema e carecem de uma visão analítica da sociobiodiversidade que hoje apenas a Conab tem condições de fazer”.

Fonte: Conab

Relacionadas

Leia também