Search
Close this search box.

Volatilidade permanece e café recua nos terminais de Nova York e Londres

27 de abril de 2023

Incertezas com oferta e também com consumo mantêm preços sem direção exata
Compartilhe no WhatsApp
Volatilidade permanece e café recua nos terminais de Nova York e Londres

O mercado futuro do café arábica encerrou as negociações desta terça-feira (25) com desvalorização para os preços na Bolsa de Nova York (ICE Future US). 

Julho/23 teve baixa de 505 pontos, negociado por 188,40 cents/lbp, setembro/23 teve baixa de 500 pontos, valendo 185,65 cents/lbp, dezembro/23 registrou queda de 500 pontos, valendo 183,15 cents/lbp e março/24 teve baixa de 490 pontos, valendo 182,85 cents/lbp. 

Em Londres, o tipo conilon também teve desvalorização. Julho/23 registrou queda de US$ 25 por tonelada, negociado por US$ 2419, setembro/23 teve querda de US$ 22 por tonelada, negociado por US$ 2391, novembro/23 teve baixa de US$ 17 por tonelada, negociado por US$ 2357 e janeiro/24 teve queda de US$ 14 por tonelada, valendo US$ 2334. 

O café teve mais um dia de ajustes nos preços. Com as incertezas em relação à oferta global, o produtor continua vivenciando um mercado de muita volatilidade. Nem mesmo a aproximação da safra brasileira impede variações mais expressivas nos preços. 

“Além disso, a preocupação com a desaceleração do crescimento econômico dos EUA pesou sobre os preços das commodities em geral”, acrescenta a análise internacional do seite Barchart. 

A análise acrescenta ainda que um fator de baixa para o café conilon é um aumento nos estoques da ICE depois que os estoques de café conilon monitorados pela ICE subiram para uma alta de 4 meses e meio na terça-feira. Ainda assim, vale destacar, que o mercado continua monitorando a oferta do Vietnã, que apresentou queda no último mês. 

Café no Brasil

No Brasil, o mercado físico acompanhou e também encerrou com desvalorização nas principais praças de comercialização do país. 

O tipo 6 bebida dura bica corrida teve queda de 3,13% em Guaxupé/MG, negociado por R$ 1.085,00, Machado/MG teve baixa de 3,11%, valendo R$ 1.090,00, Varginha/MG teve queda de 3,45%, valendo R$ 1.120,00 e Franca/SP teve baixa de 1,72%, valendo R$ 1.140,00. 

O tipo cereja descascado teve queda de 2,93% em Guaxupé/MG, negociado por R$ 1.160,00, Varginha/MG teve baixa de 3,31%, valendo R$ 1.170,00 e Campos Gerais/MG teve baixa de 2,49%, valendo R$ 1.175,00. 

Por Notícias Agrícolas

Leia outras notícias no portal Mundo Agro Brasil

Relacionadas

Veja também

Safra total de milho foi estimada em 114,14 milhões de toneladas, um acréscimo de 2,5 milhões de toneladas em relação ao previsto no mês passado; área plantada deve crescer 1% e produtividade deve avançar 1,2%
Essa parceria confirma a missão do AgroApp que é levar informações de qualidade para o produtor rural e profissional do campo.
Na comparação com a média diária de junho de 2023, há queda de 16,6% no valor obtido diariamente pelas exportações de açúcar em junho de 2024.
Em grande parte do Rio Grande do Sul, a colheita de arroz já foi finalizada