Search
Close this search box.

Tambaqui da Amazônia chega a Broadway, em Nova Iorque

16 de setembro de 2022

O tambaqui da Amazônia, produzido em Rondônia, foi apresentado na famosa Times Square, na Broadway
Compartilhe no WhatsApp
Tambaqui da Amazônia chega a Brodoyw, em Nova Iorque
O peixe tem forte presença na região da Amazônia – Foto: Divulgação

Pela primeira vez, o Brasil e os Estados Unidos realizaram juntos e de forma simultânea um movimento em prol do mercado de peixes nativos brasileiro com a realização da 3ª edição do Festival Tambaqui da Amazônia, agora internacional. Ao menos 15 mil bandas do pescado foram assadas e distribuídas em Rondônia, em seis outros estados brasileiros e em Nova Iorque.

O trabalho envolveu dezenas de equipes de onze cidades rondonienses: Porto Velho, Candeias do Jamari, Ariquemes, Machadinho D’Oeste, Cujubim, Jaru, Ouro Preto do Oeste, Ji-Paraná, Cacoal, Pimenta Bueno e Vilhena. Vários voluntários se revezaram para assar na brasa as bandas do pescado. Elas foram vendidas para arrecadar recursos para entidades beneficentes cadastradas no evento.

O mesmo aconteceu nas capitais: Rio Branco, Boa Vista, Belém, Cuiabá, Manaus, Palmas e São Luiz. Em cada região, uma entidade encabeçou a missão de assar as bandas de tambaqui, vender e fazer o movimento. Em praticamente todos os locais os peixes foram entregues no sistema drive-thru, em que os compradores receberam os peixes dentro dos próprios carros, evitando filas e a aglomeração de pessoas.

Tambaqui da Amazonia chega a Brodoyw em Nova Iorque 2
Comitiva em Nova Iorque – Foto: Divulgação/Agência Dino

Tambaqui na Times Square

Já na cidade de Nova Iorque, as bandas de tambaqui foram apresentadas na Times Square, na Broadway. Houve também a distribuição de costelinhas e petiscos para investidores em um restaurante na 100th Avenida. O movimento é organizado pela Associação dos Criadores de Peixes de Rondônia (ACRIPAR), pelo Sebrae e pelo Governo do Estado de Rondônia. O objetivo foi divulgar o pescado genuinamente brasileiro para a abertura de novos mercados.

“Os Estados Unidos são um importante mercado que estamos acessando hoje, trazendo toda a experiência que é comer um tambaqui. Sabemos que teremos ainda mais trabalho depois de hoje, pois estamos apenas no começo, mas é disto que vivemos: de desafios. Aqui foi um sucesso e, em breve, a Europa também terá movimentos semelhantes”, explicou Francisco Hidalgo Farina, presidente da Acripar.

A comitiva brasileira em Nova Iorque também contou com a participação do piscicultor e vice-presidente da Acripar, Edson Sapiras. Para ele, o tambaqui tem forte potencial para ser mais uma commodity brasileira de grande sucesso no exterior. “É um peixe produzido de forma altamente sustentável, de sabor único e que tem o poder de alimentar o Brasil e o mundo. Todos devem ter o direito de experimentar o nosso peixe”, enfatizou.

O evento foi realizado em Rondônia, nos estados da Amazônia Legal e em Nova Iorque de forma simultânea.

Fonte: Agência de Notícias Dino/ND1

Leia outras notícias no portal Mundo Agro Brasil

Relacionadas

Veja também

Capital do Frango” recebe evento GRATUITO para produtores rurais no Parque de Exposições da cidade
Exportações de peixes de cultivo chegam a US$ 8,7 milhões e crescem 48% no primeiro trimestre de 2024, veja mais informações a seguir
A tilápia se destaca nacionalmente, representando quase 95% das exportações de peixes
A tecnologia já é empregada no exterior em peixes como salmão e truta, e o maior desafio era adaptá-la para o tambaqui