Search
Close this search box.

Syngenta vai apresentar na Agrishow ferramenta de IA pela primeira vez no Brasil

2 de maio de 2024

Segundo o líder global de agricultura digital da Syngenta, Feroz Sheikh, que estará no evento em Ribeirão Preto (SP), a escolha do País para a estreia do produto pode ser atribuída à visão de que o Brasil é um dos principais e mais avançados mercados em questão de sustentabilidade e avanço tecnológico no agronegócio
Compartilhe no WhatsApp
Syngenta vai apresentar na Agrishow ferramenta de IA
Syngenta — Foto: Getty Images

A Syngenta, de proteção de cultivos, apresentará pela primeira vez no Brasil, durante a Agrishow, sua tecnologia de Inteligência Artificial (IA), que passará a integrar a Cropwise, plataforma de agricultura digital presente há cinco anos no País e que já alcança 100 milhões de hectares no País.

Segundo o líder global de agricultura digital da Syngenta, Feroz Sheikh, que estará no evento em Ribeirão Preto (SP), a escolha do País para a estreia do produto pode ser atribuída à visão de que o Brasil é um dos principais e mais avançados mercados em questão de sustentabilidade e avanço tecnológico no agronegócio.

A Syngenta investe 10% do seu faturamento anual em pesquisa e desenvolvimento. Em 2023, teve receita de US$ 32,2 bilhões.

Para Sheikh, o mercado brasileiro tem o maior potencial de crescimento no mundo no setor, o que demanda energia e recursos para novos investimentos por aqui. “É onde os produtores estão prontos para adotar inovações”, disse o executivo. “Quando trazemos essas inovações, os agricultores entendem o valor dessa tecnologia e ficam ansiosos para adotá-las.”

A premissa da IA será permitir análises preditivas que tornam viável o avanço da produtividade, sustentabilidade e eficiência nas operações da lavoura. Em um ano em que o País lida com preços mais baixos de commodities e quebra de safra, o executivo vê a ferramenta como essencial. “Nosso foco está em auxiliar os agricultores a tomarem as melhores decisões”, definiu. “Seja em relação ao momento certo para aplicações de químicos no campo, seja em relação a decisões relacionadas ao preço das commodities, queremos ajudá-los a fazer as melhores escolhas para otimizar a lucratividade e a sustentabilidade das lavouras.”

Além de apresentar a IA pela primeira vez – com previsão de lançamento no segundo semestre deste ano -, a Syngenta também vai oferecer durante a feira o Cropwise Balance, ferramenta desenvolvida para entregar ao produtor maior controle dos custos de produção. Já para o segundo semestre, pretende fazer o lançamento global do Cropwise Anomaly Detection, tecnologia desenvolvida para vasculhar e armazenar dados de até cinco anos com objetivo de encontrar possíveis anomalias nas lavouras, e do Nemadigital, que pretende minimizar perdas causadas por nematoides e que já chegou ao Brasil, antes do resto do mundo.

De Época Negócios

Leia outras notícias no portal Mundo Agro Brasil

Relacionadas

Veja também

Mestre de torra da Mokado Lab de Cafés, da capital federal, supera 23 concorrentes e representará o Brasil no mundial da categoria, em Copenhagen, na Dinamarca
Os pesquisadores vão debater projetos e ações para o desenvolvimento sustentável da piscicultura na Amazônia com uso de tecnologia.
Rio grande do Sul havia colhido grande parte de sua produção de arroz antes das inundações
Este atraso da colheita pode ser atribuído a diversas condições climáticas adversas, especialmente no estado do Rio Grande do Sul.