Search
Close this search box.

Suínos têm recuo da exportação em 2022

30 de dezembro de 2022

A demanda nacional pelos suínos ao longo de 2022 esteve aquém do esperado pelo setor
Compartilhe no WhatsApp
Suínos têm recuo da exportação em 2022
Entre janeiro e setembro de 2022, foram abatidas 42,2 milhões de cabeças de suínos no País – Foto: CNA/Wenderson

O setor de suínos nacional registrou demanda externa enfraquecida em 2022, enquanto a produção nos três primeiros trimestres do ano foi recorde. Nesse cenário, a disponibilidade de carne no mercado doméstico cresceu consideravelmente, pressionando os valores de negociação do animal vivo e da proteína. 

No front externo, apesar de o volume exportado em agosto ter atingido recorde mensal da série histórica, de 114,6 mil toneladas de carne, os envios ao exterior de janeiro até a parcial de dezembro de 2022 somam 1,08 milhão de toneladas, 3,6% abaixo do embarcado no mesmo período de 2021, de acordo com dados da Secex, compilados pelo Centro de Estudos Avançados em Economia Aplicada (Cepea).

No front interno, a demanda nacional pela carne suína ao longo de 2022 esteve aquém do esperado pelo setor, devido, sobretudo, ao fragilizado poder de compra da população brasileira, tendo em vista a inflação elevada.

Suínos abatidos

Do lado da produção, dados do IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística) indicam que, entre janeiro e setembro de 2022, foram abatidas 42,2 milhões de cabeças de suínos no País, 6,6% a mais que no mesmo período de 2021 e um recorde para o período, considerando-se a série histórica do Instituto, iniciada em 1997.

Fonte: Cepea

Leia outras notícias no portal Mundo Agro Brasil

Relacionadas

Veja também

Números levam em conta tanto produtos para consumo direto, quanto de ovos incubados para criação de frangos de corte
Volume mensal é o melhor registrado em 2024; queda comparativa resulta de comportamento atípico em março de 2023
Por meio da instalação de biodigestores que transformam metano em energia, produtores integrados reduzem em 60% a conta de luz – e desenvolvem fonte alternativa de renda
Exportações agrícolas para o país somaram cerca de US$ 137 milhões