Search
Close this search box.

Startup demonstra uso da inteligência artificial para manejo da cana-de-açúcar

17 de agosto de 2023

Com a tecnologia, produtores de cana conseguem fazer a pulverização de defensivos de forma precisa e localizada, proporcionando uma redução média de 65% no uso de herbicidas
Compartilhe no WhatsApp
Startup demonstra uso da inteligência artificial para manejo da cana-de-açúcar

A startup de inteligência artificial no agro, Cromai, promoveu o CWXP 2023, com o objetivo de unir parceiros e clientes em um circuito de conhecimento e imersão no manejo digital da cana-de-açúcar. O evento aconteceu na Fazenda Sucuri, em Morro Agudo (SP), na região de Ribeirão Preto (SP), e reuniu cerca de 400 pessoas.

Os convidados puderam conhecer a tecnologia e entender na prática que é simples o uso de mapas georreferenciados para aplicação localizada. Com a Cromai, os produtores de cana conseguem fazer a pulverização de defensivos de forma precisa e localizada, proporcionando uma redução média de 65% no uso de herbicidas. Além disso, os diagnósticos e a inteligência da Cromai permitem ainda o aumento da produtividade e da sustentabilidade na cultura, por meio de um controle mais efetivo de plantas invasoras, redução do tempo de tratores em campo, e sua consequente queda no consumo de combustível e emissão de gás carbônico. 

manejo de cana de acucar com inteligencia artificial

O evento contou com quatro etapas: tecnologia Cromai, imageamento agrícola, metodologias de aplicação e cenários de manejo. Ao completar o circuito, o participante recebe um certificado sobre Manejo Digital.

Ao final, houve apresentação de cases de sucesso, como da Pedra Agroindustrial, e premiações para clientes e parceiros.

A Cromai foi a vencedora da 2ª edição do Prêmio Agrishow de Startups, neste ano. O prêmio contou com mais de 300 startups inscritas e teve 11 finalistas que apresentaram suas soluções na Arena de Inovação.

Por MundoGeo

Leia outras notícias no portal Mundo Agro Brasil 

Relacionadas

Veja também

Gigante de máquinas justifica aporte dizendo ter interesse em tecnologias que ajudem seus clientes a ter margens maiores
Mais que um café premium, o café de Jacu, produzido a partir de fezes desta ave, carrega um legado importante na preservação ambiental.
Volume da moagem representa um avanço de 18,95% em relação ao mesmo período do ciclo 2022/23
Durante a cerimônia da Abertura da Colheita também foi assinado um convênio entre o Ibraoliva e o Ministério da Agricultura e Pecuária