Search
Close this search box.

36º Show Rural Coopavel vai mostrar o sistema da pecuária de alto rendimento

5 de fevereiro de 2024

Dez raças de bovinos serão atração durante o evento
Compartilhe no WhatsApp
36º Show Rural Coopavel vai mostrar o sistema da pecuária de alto rendimento
Foto: Divulgação

Pecuaristas que visitarem o 36º Show Rural Coopavel, de segunda a sexta-feira, 5 a 9, poderão conhecer o funcionamento de um método revolucionário para a pecuária de corte no Brasil. O Projeto Lavoura de Carne resulta de parceria da Tortuga e DSM/Firmenich e foi originalmente mostrado em Cascavel, com ótima repercussão, durante a quarta edição do Show Rural Coopavel de Inverno, em agosto de 2023.

Na ocasião, o médico veterinário Osvaldo Madruga, considerado o maior especialista nessa técnica no País, disse que a Lavoura de Carne passa a ser uma necessidade e não uma opção aos criadores de bovinos. Para que a atividade alcance bons resultados ela deve ser gerida nos mesmos moldes de uma lavoura de grãos. “É preciso investir em todas as etapas, cuidadosamente, por obter o melhor desempenho e retorno”, orientou Madruga.

Para contar com os benefícios da pecuária de alta performance, o criador precisa investir em produtividade. O projeto Lavoura de Carne, que o Show Rural Coopavel mostra na prática inicialmente em uma área de meio hectare, com oito animais e ocupada com milheto, observa os conceitos da agricultura de precisão, focando em produtividades elevadas e performances individuais por hectare ou alqueire. A finalidade é chegar no fim do ciclo com mais lucro, maior margem líquida e sustentabilidade.

O ano todo

O médico veterinário Augusto Mezzon informa que a ideia é, a exemplo do que já acontece com o CTA (Centro de Tecnologia em Avicultura), inaugurado na área do Show Rural em fevereiro de 2023, ter um ambiente destinado a treinamentos sobre pecuária durante o ano todo. “Estamos amadurecendo pontos da parceria, a fim de que o projeto funcione de forma ininterrupta, capacitando assim técnicos e pecuaristas e melhorando a performance da atividade em toda a região”.

Um dos aspectos ressaltados por Madruga, e que incentiva a parceria no Lavoura de Carne, é que o Oeste do Paraná, diante de sua genética animal avançada e fertilidade do solo, reúne todas as condições para a expansão e o êxito desse projeto. O veterinário informou que nos projetos que acompanha a lucratividade média é de 28% a 35% na terminação e entre 60% e 66% na recria. O sucesso da técnica está associado também à análise de solo e correção, uso de sementes de qualidade, suplementação com foco no desempenho e medição com monitoramento e resultado.

Pecuária na 36º Show Rural Coopavel

Genética

Embora apenas em seu sétimo ano, a área de pecuária do Show Rural já contribui com o melhoramento genético de plantéis de várias regiões. Há venda de animais de alto valor genético entre criador e comprador sem pagamento de comissão à organizadora. Quinze raças são apresentadas com mais de 180 animais de argola e mais de 150 para venda.

Ovinos

Parceria com a Ovinopar trará novamente as melhores raças de ovinos criadas no Estado. Durante o Show Rural será realizada a primeira etapa do ranking Paraná, que destaca o melhor em genética de várias raças. Augusto lembra que os trabalhos do setor pecuário começam bem antes da abertura dos portões aos visitantes. “Precisamos, entre outras coisas, preparar os alimentos para os animais com base em pré-secados de aveia e milho”.

No complexo há espaços também para a apresentação de novidades em tecnologias de parceiros e da própria Coopavel, além da realização de palestras e treinamentos.

Por Show Rural

Leia outras notícias no portal Mundo Agro Brasil

Relacionadas

Veja também

Confinamento alcança 7,379 milhões de cabeças e destaca a importância da tecnologia e gestão para aumentar a produtividade no setor
Produção de frangos e ovos é destaque no Distrito Federal. A grande demanda da região por produtos de origem animal resulta nos quase 6 mil produtores cadastrados na Emater-DF
A Pecuária é responsável por US$ 1,37 bilhão das exportações sul-mato-grossense
Comitivas internacionais da América Latina, África e Ásia são esperadas no Parque da Gameleira