Search
Close this search box.

Secretaria de Agricultura de SP planeja criar linha de crédito específica para setor leiteiro por meio do FEAP

19 de dezembro de 2023

Durante reunião com o setor, secretário executivo manifestou reativar a Câmara Setorial do Leite para impulsionar a pecuária leiteira no Estado
Compartilhe no WhatsApp
Secretaria de Agricultura de SP planeja criar linha de crédito específica para setor leiteiro por meio do FEAP
Durante reunião com o setor, secretário executivo manifestou reativar a Câmara Setorial do Leite para impulsionar a pecuária leiteira no Estado

Com alto custo de produção, queda no preço e alta nas importações, o setor leiteiro passa por uma forte crise que, segundo eles, vem se agravando nos últimos anos. Pensando nisso, a Secretaria de Agricultura e Abastecimento de São Paulo, promoveu uma reunião para debater a reestruturação da Câmara Setorial do Leite e criar políticas públicas para expandir a produção no Estado.

Durante o encontro – que contou com a participação do secretário de Agricultura, Guilherme Piai -, o secretário executivo, Edson Fernandes, reforçou a importância de organizar a cadeia produtiva do leite paulista. Entre as ações, a SAA planeja ter uma linha específica de crédito para o setor, por meio do Fundo de Investimento do Agronegócio Paulista (FEAP). “Nosso objetivo é fortalecer essa cadeia de forma específica, sendo possível observar o impacto dos investimentos diretamente na produção e na geração de renda dos pecuaristas”, ressaltou Edson Fernandes.

A possibilidade de recursos por meio do FEAP foi bem recebida pelos produtores paulistas de leite, que têm se reunido frequentemente com representantes da Secretaria em busca de soluções para mitigar os efeitos da crise.

Em novembro, o custo de produção de leite no Brasil subiu 1,3%, segundo o Índice de Custo de Produção do Leite (ICPLeite), da Embrapa. A alta foi puxada pelo aumento dos preços dos concentrados, que representam 30% do custo total de produção.

Participaram da reunião o coordenador das Câmaras Setoriais e Temáticas da SAA, José Carlos Faria Jr, o Grupo Técnico de Pecuária de Leite da CATI, representantes do Instituto de Zootecnia, e do Instituto de Terras de São Paulo (ITESP).

Por: ASCOM SAA-SP

Leia outras notícias no portal Mundo Agro Brasil 

Relacionadas

Veja também

Entre janeiro e junho, foi exportado quase o mesmo volume de peixes, em valores, de todo o ano passado
Doença em um aviário comercial no Rio Grande do Sul gerou fortes reflexos para os frigoríficos na B3
No periódico Current Microbiology, pesquisadores do Instituto de Tecnologia de Alimentos descreveram três cepas de bactérias do gênero Lactobacillus em queijos que podem beneficiar a saúde humana e atender às demandas da indústria queijeira