Produtores do Vale do Ribeira fornecerão 60 milhões de bananas para estudantes de SP

A operação entre Governo de SP e bananicultores do Vale do Ribeira prevê a entrega semanal de 250 toneladas de banana para 3.000 escolas de São Paulo, sendo a maior encomenda da fruta da história
Share on whatsapp
Compartilhe no WhatsApp
Share on facebook
Share on linkedin
Share on email
Share on telegram
Produtores do Vale do Ribeira fornecerão 60 milhões de bananas para estudantes de SP
Bananicultores do Vale do Ribeira fecharam com o Governo de SP, a maior encomenda de bananas da história: 60 milhões de unidades – Foto: mrsiraphol/Freepik

Com a retomada das aulas presenciais, um acordo recorde de R$ 30 milhões foi fechado entre bananicultores do Vale do Ribeira e o Governo de São Paulo para fornecer 60 milhões de bananas para a rede pública de ensino do Estado. Esse projeto faz parte da rotina das chamadas públicas para fornecedores de frutas para a merenda escolar feita pelo Executivo.

Produtores do Vale do Ribeira fornecerao 60 milhoes de bananas para estudantes de SP 2
Reunião entre os representantes – Foto: Divulgação

Na primeira convocação realizada na última sexta, 6, as 12 cooperativas de agricultores da região fecharam contratos que, somados, ultrapassam os R$ 30 milhões. No ano passado, elas já haviam fechado acordos de R$ 5 milhões e R$ 12 milhões.

Oito municípios do Vale do Ribeira

Segundo Rafael Grothe de Oliveira, presidente da cooperativa (Coopercentral), os contratos representam a metade da receita de cerca de 1500 pequenos produtores de banana distribuídos em oito municípios do Vale do Ribeira.

O acordo ainda prevê a entrega semanal de 250 toneladas de banana para três mil escolas do Estado. “Cerca de 90% da compra ficará no Vale do Ribeira. É um recurso importante tanto para esse setor da economia quanto para a região”, diz Groethe que complementa. “Na pandemia, muitas cooperativas fecharam as portas, mandaram funcionários embora, sem condições de manter os custos. O nosso novo fôlego veio com esse contrato do Estado. É a salvação financeira de todos os agricultores”.

Fonte: G1

Leia outras notícias no portal Mundo Agro Brasil

Relacionadas

Veja também

Grãos
O Indicador CEPEA/ESALQ informa que o algodão, com pagamento em 8 dias já opera acima de R$ 8/libra-peso
AgriculturaHortifruti
O boletim Prohort da Conab aponta também, entre outras coisas, alta nos preços da batata, cebola e do tomate nos mercados atacadistas estudados
AgriculturaCafé
Cientistas da Embrapa e IAC criaram um método para identificar na planta do café arábica, uma mutação do gene relacionado à enzima que sintetiza a cafeína
AgriculturaHortifruti
Relatório da FAESP indica que São Paulo ocupa as melhores posições na produção de várias frutas como limão e laranja, além de movimentar R$ 13 bilhões