Produção inspecionada de leite cresce 1,3% no primeiro trimestre

Confira os preços no mercado brasileiro, preços internacionais e os destaques na balança comercial
Share on whatsapp
Compartilhe no WhatsApp
Share on facebook
Share on linkedin
Share on email
Share on telegram
Áudio

A produção inspecionada de leite cresceu 1,3% no primeiro trimestre de 2021 em relação ao mesmo período de 2020. Esse aumento ocorreu mesmo com uma piora na rentabilidade do produtor de leite. No trimestre, foram necessários 27% a mais de leite para a aquisição de uma saca de 60 kg de mistura a base de milho e soja, na comparação com o primeiro trimestre do ano passado. 

O preço do leite ao produtor registrou a primeira alta do ano em abril (+2,3%). Na balança comercial, o destaque foi o aumento das exportações, com boas vendas de leite em pó e queijos. As importações seguiram recuando pela conjuntura de maior preço internacional dos lácteos e melhor competitividade brasileira. 

Preços no mercado brasileiro x produção inspecionada de leite

De acordo com o Boletim Indicadores Leite e Derivados de maio de 2021,  preço do leite ao produtor registou a primeira alta do ano em abril, fechando em R$1,98 por litro, com aumento de 2,3% sobre março. Em relação a abril de 2020, o preço nominal subiu 36,7%. 

No primeiro trimestre de 2021, a produção inspecionada continuou crescendo, com aumento de 1,3% no volume de leite adquirido em relação ao mesmo trimestre de 2020. 

Nesse mesmo período, a relação de troca leite/mistura ficou 27% pior, sendo necessário em média 58 litros/60 kg de mistura a base de milho e soja contra 46 litros em 2020.   

No varejo, o preço da cesta de lácteos subiu 1,45%, puxado pelo leite UHT (+2,4%) e queijos (+1,2%). Em 12 meses, as maiores altas estão nos queijos, leite condensado e leite em pó. 

Balança comercial e preços internacionais 

As importações brasileiras de leite continuaram reduzindo em abril, com queda de 50% sobre março. Entretanto, o volume importado permanece superior ao registrado no mesmo mês de 2020.  
As exportações tiveram destaque em abril, somando 25 milhões de litros, volume 127% maior que março de 2021 e 379% superior a abril de 2020. 

O saldo da balança em 2021 registra déficit de US$ 140 milhões e um volume equivalente a 361 milhões de litros de leite. 

Os preços internacionais permanecem em patamares mais elevados. No primeiro leilão GDT de maio, o leite em pó integral fechou em US$4,115/ton. e o desnatado em US$3,433/ton. 

Fonte: Centro de Inteligência do Leite/Embrapa Gado de Leite 
Crédito da foto: Divulgação/Canva

Leia outras notícias no portal Mundo Agro Brasil

Relacionadas

Veja também

Em tempos onde o preço da produção do leite sobe menos que os custos, nutrição de qualidade e assistência técnica ajudam a manter alta produtividade
Linhas de financiamento para investimento foram as mais procuradas no período com alta de 50%, em comparação com o plano safra anterior.
Tratamento rápido e certeiro contra infecções e diarreia bovina evitou perdas de até uma arroba por bovino ao mês, afirma pecuarista
O programa tem como premissa um modelo de exploração sustentável, com respeito ao solo