Search
Close this search box.

Novos procedimentos para fiscalização de produtos lácteos são estabelecidos pelo Ministério da Agricultura

9 de março de 2024

Os procedimentos visam fiscalizar rigorosamente a origem e qualidade dos insumos empregados pelas empresas e cooperativas participantes do Programa Mais Leite Saudável (PMLS)
Compartilhe no WhatsApp
Novos procedimentos para fiscalização de produtos lácteos são estabelecidos pelo Ministério da Agricultura

O Ministério da Agricultura e Pecuária anunciou hoje (07/03) novos procedimentos para garantir a qualidade e conformidade dos produtos lácteos produzidos no país. Uma série de medidas será implementada visando assegurar a procedência dos insumos utilizados e a conformidade com as normas estabelecidas.

De acordo com as novas diretrizes, os serviços oficiais de inspeção de produtos de origem animal serão encarregados de fiscalizar rigorosamente a origem e qualidade dos insumos empregados pelas empresas e cooperativas participantes do Programa Mais Leite Saudável (PMLS), conforme disposto no Decreto 8.533/2015.

As empresas e cooperativas habilitadas no programa deverão cumprir estritamente o requisito de produzir exclusivamente produtos lácteos utilizando leite in natura ou derivados lácteos que atendam aos padrões estabelecidos. O não cumprimento dessas normas acarretará em suspensão dos benefícios fiscais por um período de três meses, conforme determinado em lei.

Para garantir o cumprimento dessas diretrizes, os serviços de inspeção deverão comunicar qualquer irregularidade às autoridades competentes durante as fiscalizações.

Além disso, a Divisão de Desenvolvimento Rural da Superintendência Federal de Agricultura de cada estado será responsável por comunicar à Receita Federal sobre quaisquer ocorrências de descumprimento das normas, visando a correção dos benefícios fiscais conforme necessário.

Essas medidas têm como objetivo principal promover a qualidade e segurança dos produtos lácteos disponíveis no mercado, garantindo a confiança dos consumidores e o desenvolvimento sustentável do setor agropecuário nacional.

A implementação desses novos procedimentos entra em vigor hoje.

Por Milk Point

Leia outras notícias no portal Mundo Agro Brasil

Relacionadas

Veja também

Nelore e anelorados representam 80% do rebanho bovino nacional. Entidade desenvolve ações de fomento e valorização da raça
Tudo pronto para a realização do 2º Fórum Nacional do Leite, dias 16 e 17 de abril, na sede da Embrapa, em Brasília (DF); organização promete abrangência nas discussões.
O Paraná é o segundo maior produtor de leite do Brasil. Foram 3.626.378 de litros entregues a laticínios em 2023
Família Alberti recebe amigos e competidores para a 1a. etapa das Copas CHBV de Ranch Sorting e Team Penning.