Search
Close this search box.

Emirados e Catar se destacam como destino do ovo brasileiro

25 de janeiro de 2023

Principais países compradores da proteína são mercados de alto valor agregado, o que gerou receitas importantes para a avicultura de postura.
Compartilhe no WhatsApp
Emirados e Catar se destacam como destino do ovo brasileiro

Os Emirados Árabes Unidos continuam sendo o principal destino do ovo brasileiro conforme dados da Associação Brasileira de Proteína Animal (ABPA). Em 2022, o país árabe importou 4,45 mil toneladas, volume 35,6% menor que o realizado no mesmo período de 2021. O destaque do ano passado, por sua vez, foi o Catar, país que foi sede da Copa do Mundo, que ocupou o segundo posto no ranking de exportação com 1,11 mil toneladas, quantidade 127,8% maior que a registrada no ano anterior. Em terceiro lugar ficou o Japão, com 1,1 mil toneladas, desempenho 6,6% inferior ao registrado em 2021.

“Os principais países compradores dos ovos brasileiros são mercados de alto valor agregado, o que gerou receitas importantes para a avicultura de postura, especialmente em um ano muito desafiador para o setor que enfrentou altas históricas dos custos de produção. O mercado doméstico é e continuará sendo o grande foco das empresas produtoras, mas ano após ano novos mercados têm sido abertos e a expectativa é que passo a passo o Brasil vá aumentando sua participação em mercados importantes, como é o caso do México, por exemplo”, avaliou em nota o diretor de mercados da ABPA, Luis Rua.

Exportações do Ovo Brasileiro

As exportações brasileiras de ovos, considerando produtos in natura e processados, totalizaram 9,47 mil toneladas nos doze meses de 2022, volume 16,5% menor que o realizado no mesmo período do ano anterior, com 11,34 mil toneladas.

Em receita, o resultado total das vendas do ano chegou a US$ 22,42 milhões, resultado 24,2% superior ao registrado no mesmo período de 2021. É o melhor resultado registrado desde 2015.

No mês de dezembro, as vendas de ovos alcançaram 431 toneladas, volume 82,7% menor que o registrado no mesmo mês de 2021, com 2,5 mil toneladas. A receita registrada no período chegou a US$ 1,29 milhão, valor 67,5% menor que o registrado em dezembro de 2021.

“Ao mesmo tempo que não impactaram a oferta interna de produtos, as exportações de ovos no ano passado geraram divisas relevantes para o País, em um momento especialmente importante diante da alta histórica dos custos de produção. Neste contexto, a realização da Copa do Mundo gerou bons números para os embarques”, avaliou em nota o presidente da ABPA, Ricardo Santin

Fonte: Ascom Anba

Leia outras notícias no portal Mundo Agro Brasil

Relacionadas

Veja também

Números levam em conta tanto produtos para consumo direto, quanto de ovos incubados para criação de frangos de corte
Volume mensal é o melhor registrado em 2024; queda comparativa resulta de comportamento atípico em março de 2023
Por meio da instalação de biodigestores que transformam metano em energia, produtores integrados reduzem em 60% a conta de luz – e desenvolvem fonte alternativa de renda
Exportações agrícolas para o país somaram cerca de US$ 137 milhões