Search
Close this search box.

Agência da ONU aposta na alta de ofertas de comida à base de insetos

26 de janeiro de 2023

De acordo com a Ifad, 2 bilhões de pessoas no mundo já se alimentam de insetos
Compartilhe no WhatsApp
Agência da ONU aposta na alta de ofertas de comida à base de insetos

Uma parceria para mitigar a mudança climática e promover segurança alimentar de um planeta com 8 bilhões de pessoas foi firmada pelas Nações Unidas, Estados Unidos e pelos países da Conferência da ONU sobre Mudança Climática, COP27.

Uma das propostas da iniciativa é produzir insetos como comida para seres humanos e rebanhos de animais. Os insetos são uma fonte de proteína e micronutrientes e não geram grandes quantidades de gases prejudiciais ao clima.

Para os especialistas da agência da ONU, com as barreiras criadas pela mudança climática à distribuição e disponibilidade de alimentos, os insetos comestíveis passaram a ser uma área, cada vez mais explorada, com o aumento da demanda de consumidores.

Alimentação 

Na iniciativa Compromisso Global do Metano, o Fundo Internacional de Desenvolvimento Agrícola (Ifad) e parceiros querem ajudar os produtores a reduzir ainda mais suas emissões. O metano é o principal gás causador do efeito estufa.

Na proposta que inclui insetos como fonte de alimentos, os especialistas lembram que os insetos têm uma alta taxa de reprodução, um ciclo de vida curto e não precisam de grandes áreas de cultivo ou de água para a criação.

Os insetos já são, atualmente, uma fonte essencial de alimentos para pelo menos 2 bilhões de pessoas no mundo. Mas nos países do Ocidente apenas agora, se iniciou uma reavaliação do papel que eles ocupam em sistemas alimentares.

Tendo em vista os baixos custos de produção e espaço necessários para os insetos, até mesmo as pessoas mais pobres dos países em desenvolvimento poderão criar, vender e comer os insetos.

A agência da ONU lembra que o mundo tem mais de 2 mil tipos de insetos comestíveis que vão de grilos a cigarras. Especialistas garantem que existem insetos saborosos e muitas escolhas a serem feitas.

Vantagens 

  • Segundo especialistas, a dieta à base de insetos é boa para o organismo, uma vez que 80% do peso do corpo dos insetos são proteínas e micronutrientes. A proteína, por exemplo, excede a contida em rebanhos tradicionais.                        
  • Os insetos têm uma baixa taxa de gorduras, carboidratos e são repletos de vitaminas, fibras e minerais. 
  • As chamadas larvas de farinha têm o mesmo nível de Omega-3 que o peixe                            
  • Os insetos não transmitem infecções zoonóticas aos humanos e a rebanhos da mesma forma que os animais.               

Por Canal Rural

Leia outras notícias no portal Mundo Agro Brasil

Relacionadas

Veja também

Valor é 4,4% maior que os US$ 35,85 bilhões em exportações registrados no primeiro trimestre do ano passado
Impulsionadas pela soja em grão, pelo açúcar bruto e açúcar refinado, as exportações do Paraná cresceram 4,7% em valor no primeiro trimestre do ano em relação a igual período do ano passado, informou em nota a Agência Estadual de Notícias.
ABCZ foi escolhida para sediar a segunda edição do COMCEBU; evento é aliado à 89ª ExpoZebu
Desembolsos nos primeiros oito meses da safra cresceram 13%, diz Seapa