Search
Close this search box.

Núcleo de Pesquisa Pescado para Saúde conclui questionário de estudo socioeconômico sobre o consumo de pescado no estado de São Paulo

16 de dezembro de 2023

O Pescado para Saúde iniciou suas atividades em outubro de 2022, tendo como primeira tarefa a realização de um Estudo Socioeconômico de Pescado Consumido no Estado de São Paulo
Compartilhe no WhatsApp
Núcleo de Pesquisa Pescado para Saúde conclui questionário de estudo socioeconômico sobre o consumo de pescado no estado de São Paulo

O Núcleo de Pesquisa Pescado para Saúde (NPPS), um consórcio de instituições de pesquisa e ensino, no qual o Instituto de Pesca (IP-Apta), da Secretaria de Agricultura e Abastecimento do Estado de São Paulo, participa, acaba de cumprir uma das suas tarefas, dentre as sete a serem realizadas ao longo dos seus 5 anos de duração.

O Pescado para Saúde iniciou suas atividades em outubro de 2022, tendo como primeira tarefa a realização de um Estudo Socioeconômico de Pescado Consumido no Estado de São Paulo. Essa análise foi feita por meio de um questionário on-line para identificar as espécies de pescado mais consumidas em São Paulo, o acesso, a forma de preparo, a frequência de consumo e fatores associados.

O questionário foi iniciado no final de maio de 2023 e finalizado no final de novembro de 2023, com uma duração de seis meses para aplicação. Foram coletadas 1832 respostas de voluntários residentes no estado de São Paulo. O questionário era formado por 22 questões, com uma duração média de 5 minutos para responder às perguntas.

Segundo a Pós-doutoranda do projeto, Jéssica Levy, “o questionário que desenvolvemos foi baseado em diversos estudos de mercado no Brasil e em experiências prévias da equipe da tarefa 1 com a INFOPESCA. Pensou-se em um questionário on-line por uma questão de logística e facilidade de circulação. Foram utilizados dispositivos móveis como celular, computador e tablet.

O link foi disponibilizado por meio de redes sociais, e-mail e whatsapp, QR Code gerado para ser projetado em apresentações e impresso em flyers”.

O questionário foi divulgado por meio de diferentes estratégias, como ações em eventos, fixação de arte com QR Code em hipermercados, divulgação da pesquisa por influenciadores digitais, visitas em mercados municipais e panfletagem, ações com públicos específicos para aplicação presencial, entre outras.

A partir dos dados coletados com o questionário, será iniciada a próxima tarefa, que consiste na análise nutricional dos principais produtos de pescado consumidos no estado e na determinação da contribuição atual do pescado no suprimento nutricional total da dieta do consumidor.

De acordo com a diretora-geral do IP e coordenadora de comunicação do NPPS, Cristiane Rodrigues Pinheiro Neiva, “o projeto é de suma importância para o entendimento do consumo de pescado no estado e com a finalização da coleta de dados, ainda teremos uma etapa de processamento e interpretação das informações obtidas. Em breve, será possível termos um panorama e detalhamento junto aos consumidores, propiciando e subsidiando ações e políticas públicas em prol do consumo do pescado com ênfase na saúde”.

Núcleo de Pesquisa Pescado para Saúde

O Pescado para Saúde tem como missão promover e aumentar o consumo de pescado, incluindo produtos de aquicultura fortificados nutricionalmente, como uma opção saudável de alimentação, na luta contra a obesidade, doenças coronárias e males associados no Estado de SP e no Brasil.

O Núcleo envolve várias instituições, sendo o Instituto Oceanográfico da Universidade de São Paulo (IO-USP) a instituição sede, em co-execução com o Instituto de Pesca, e parceria com a Universidade de Mogi das Cruzes (UMC) e Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN).

Além das entidades de pesquisa, participam do Núcleo empresas brasileiras, como Polinutri e Neogen, e estrangeiras, como Biomar (Noruega), Veramaris (Países Baixos), Lesaffre (França) e AquaHana (Estados Unidos). Entre os parceiros, está a Fundação de Apoio à Pesquisa Agrícola (Fundag).

Instituto de Pesca

O Instituto de Pesca é uma instituição de pesquisa científica e tecnológica, vinculada à Agência Paulista de Tecnologia dos Agronegócios (Apta), da Secretaria de Agricultura e Abastecimento do Estado de São Paulo, que tem a missão de promover soluções científicas, tecnológicas e inovadora para o desenvolvimento sustentável da cadeia de valor da Pesca e da Aquicultura.

ASCOM Instituto de Pesca São Paulo

Leia outras notícias no portal Mundo Agro Brasil

Relacionadas

Veja também

Uma vacina capaz de ajudar o criador de caprinos e ovinos a controlar a verminose, principal problema sanitário desses rebanhos no Brasil, foi validada pela Embrapa em animais da região Nordeste e apresentou um nível de eficácia entre 80% e 90% nos ovinos, e entre 60% e 70% nos caprinos.
Somado à complexa conjuntura global, o recuo das importações chinesas de leite tem mantido os preços internacionais estáveis, mas abaixo da média histórica.
Ambiente de negócios aponta para encurtamento das escalas de abate, o que pode levar ao maior apetite de compra
Pelo decreto, laticínios ou cooperativas que comprarem leite no Brasil poderão ser beneficiadas com até 50% de créditos presumidos.