Search
Close this search box.

Milho dispara em Chicago, enquanto soja e café fecham em queda nesta segunda

11 de abril de 2023

O mercado voltava suas atenções ao relatório de evolução e condições das lavouras de milho e soja nos Estados Unidos, sem previsão de divulgação
Compartilhe no WhatsApp
Milho dispara em Chicago, enquanto soja e café fecham em queda nesta segunda

Os mercados das principais commodities agrícolas fecharam esta segunda-feira (10) com movimentos distintos nas bolsas de Chicago (CBOT) e Nova York (ICE Futures).

O mercado voltava suas atenções ao relatório de evolução e condições das lavouras nos Estados Unidos que seria divulgado pelo Departamento de Agricultura norte-americano (USDA) hoje. No entanto, como houve um atraso no plantio, não há previsão para divulgação.

Confira a abertura das principais commodities agrícolas:

Café

café, com contrato para maio na ICE Futures, encerrou em queda de 0,54%, a US$ 1,82.

Soja

Já a oleaginosa, com vencimento para maio em Chicago, fechou a segunda em queda de 0,35%, aos US$ 14,87.

Trigo

O cereal na CBOT fechou o dia com avanço de 0,44%, aos US$ 6,78.

Milho

O contrato do milho para maio na CBOT fechou em alta de 1,63%, aos US$ 6,54, aumento de US$ 0,10 em relação à abertura.

Por Money Times

Leia outras notícias no portal Mundo Agro Brasil

Relacionadas

Veja também

Exportações do agronegócio cresceram 14,8% em janeiro
Produzido a partir de dados do Caged, o levantamento mostra que as atividades que envolvem a colheita da laranja foram responsáveis por 54.232 contratações
Com maior disponibilidade de lavouras, produtores visam se capitalizar e/ou adiantar a colheita, comparativamente ao padrão sazonal de anos anteriores.
Em uma análise recente divulgada pelo Departamento de Agricultura dos Estados Unidos (USDA), as projeções apontam para um futuro promissor para o agronegócio brasileiro, especialmente para o setor de milho.