Melão para a Europa

Exportação brasileira de melão estável com últimos embarques realizados neste mês de março
Share on whatsapp
Compartilhe no WhatsApp
Share on facebook
Share on linkedin
Share on email
Share on telegram

Segundo informações do Cepea, no geral, a exportação brasileira de melão está praticamente estável na parcial da safra 2020/21 (agosto a fevereiro). O volume embarcado recuou apenas 2% frente ao mesmo período da temporada anterior, totalizando 218,7 milhões de toneladas, de acordo com a Secex (Secretaria de Comércio Exterior). Já a receita, em dólar, aumentou 1%, somando US$ 141 milhões (FOB).

Neste mesmo período, a Europa continuou como o principal destino da fruta brasileira, sendo responsável pela compra de 94% do volume total exportado. Considerando-se os países isoladamente, os principais foram: Holanda (com 35% de participação, na mesma comparação), Reino Unido (com 27%) e Espanha (com 25%), ainda segundo a Secex.

É interessante destacar que o Reino Unido ultrapassou a Espanha no ranking dos principais importadores de melão brasileiro – na campanha passada, este país estava em segundo lugar, mas perdeu a colocação nesta. Isso porque o volume comprado pelo Reino Unido aumentou 9% na parcial da safra 2020/21, totalizando 58,3 milhões de toneladas.

BREXIT – Com a saída do Reino Unido da União Europeia, a alíquota de importação do melão brasileiro se reduziu para 8% a partir de 1º de janeiro de 2021, segundo o portal do governo local. Porém, as alterações tarifárias realizadas pelo Reino Unido não se aplicam somente ao Brasil, mas a todos os países, ao mesmo tempo em que outros têm as tarifas zeradas, como é o caso de algumas localidades da América Central, África e Europa.

Agora, para boa parte dos exportadores brasileiros, os embarques já estão chegando ao fim, restando poucos envios do amarelo e do pele de sapo, cedendo lugar à campanha da América Central e, posteriormente, da Europa.

Fonte: Secex e GOV.UK; HFBrasil

Relacionadas

Veja também

O Rio Grande do Sul é responsável pela produção de mais de 70% da safra de arroz do país, o que o torna ator fundamental na garantia da segurança alimentar do povo brasileiro
Além do abacaxi, assentamento Salumbrinho também produz aipim, feijão, laranja, limão e manga
Brasil está entre os principais mercados fornecedores de laranja para a União Europeia ao lado do Reino Unido, Canadá, Suíça, Noruega e Oriente Médio
A Companhia Nacional de Abastecimento é o órgão responsável pela realização do cálculo do bônus em produtos do Programa de Garantia de Preços para a Agricultura Familiar
X