Mato Grosso busca novos compradores para carne

O motivo é que as exportações de carne bovina do Estado atingiram o segundo mês consecutivo de queda
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Mato Grosso busca novos compradores para carne
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Áudio

Em maio deste ano, o Estado do Mato Grosso comercializou 25.788 toneladas do produto, uma redução de 17,9% em relação a maio de 2020 e 12,6% menor que abril de 2021. No acumulado, de janeiro a maio deste ano, as exportações estaduais totalizaram 140 mil toneladas de carne bovina, redução de 3% em relação ao mesmo período de 2020. 

Com essa análise de queda no segundo mês consecutivo, abril e maio, observa-se que alguns destinos influenciaram bastante na retração encontrada em maio. Arábia Saudita, Emirados Árabes Unidos, Filipinas e Israel diminuíram, em média, suas compras em 40%, quando comparadas a maio de 2020. Já a influência da China se deve ao fato de concentrar um grande volume das compras, que caíram 14% quando contrastadas com maio do ano passado. 

No entanto, há aspectos de oferta que contribuem para o cenário atual. “O cenário é desafiador. A atratividade para exportar carne bovina em maio/21 foi baixa, 36% inferior aos patamares de maio/20 e 28% menor quando avaliamos os números de janeiro a maio deste ano com o ano anterior”, pontuou Bruno de Jesus Andrade, diretor de Operações do Imac. 

Segundo o diretor do Imac, essa combinação de exportações instáveis associadas ao baixo consumo de carne bovina no mercado interno traz preocupações para o setor industrial. Por fim, ele aponta como uma das saídas a busca por novos compradores para a carne do Mato Grosso. “Temos oferta, qualidade e preço”, comenta Bruno Andrade. 

Fonte: IMAC 
Crédito da foto: Divulgação

Leia outras notícias no portal MAB

Relacionadas

Leia também