Search
Close this search box.

Leilões faturam mais de R$ 179 mi e batem recorde em negócios na 89ª ExpoZebu

7 de maio de 2024

A programação de leilões da ‘89ª ExpoZebu - Genética Além das Fronteiras’ encerrou com número recorde de faturamento e registra 22.29% de crescimento em relação ao ano passado
Compartilhe no WhatsApp
Leilões faturam mais de R$ 179 mi e batem recorde em negócios na 89ª ExpoZebu

Foram faturados R$179.463.810,00 em 38 remates, R$40.009.152,00 a mais em vendas, se comparado a 2023.Ao todo foram comercializados 1.491 animais com preço médio de R$120.364,73, aumento de 25,64% se comparado a 2023.

Os animais mais valorizados dos leilões

O exemplar mais valorizado foi vendido por R$5.160.000,00. Donna Fiv Ciav e 03 clones foi arrematado no Leilão Elo da Raça no dia 28 de abril. Outros animais também se destacaram nesta edição. O 4ª Mega EAO Expozebu – Etapa Matrizes comercializou vaca Campeã da EAO por R$3.960.000,00 no dia 04 de maio. O leilão 40 Anos Noite dos Campeões vendeu Turmalina Fiv Luc 2L por R$3.495.000,00 no dia 30 de abril.

Os criadores que participaram dos leilões e shoppings de animais concorreram a um Chevrolet Onix 0 km. Com sorteio realizado na noite de domingo (5), Everaldo Braz de Queiroz, que investiu no lote 04 do 2º Leilão Dose Dupla, realizado no dia 01/05/2024, foi o vencedor.

“Concluímos mais uma importante ExpoZebu que entra para a história da ABCZ, graças ao trabalho de uma grande equipe e a participação de criadores do Brasil e do mundo. Os números apenas reforçam a força da nossa pecuária zebuína e a responsabilidade que temos em promover a maior feira de gado Zebu do mundo”, destaca o presidente da ABCZ, Gabriel Garcia Cid.

Por ASCOM ABCZ

Leia outras notícias no portal Mundo Agro Brasil

Relacionadas

Veja também

Mestre de torra da Mokado Lab de Cafés, da capital federal, supera 23 concorrentes e representará o Brasil no mundial da categoria, em Copenhagen, na Dinamarca
São Paulo enfrenta desafios ainda maiores devido aos altos custos para o setor produtivo do leite e por ser o maior mercado consumidor do país.
Rio grande do Sul havia colhido grande parte de sua produção de arroz antes das inundações
Para participar é necessário que a família esteja inscrita no Cadastro Único e viva no meio rural, com renda mensal de até R$ 218 por integrante