Search
Close this search box.

De 120 para 241 ovos por pessoa: Instituto Ovo Brasil impulsiona o consumo de ovos no Brasil

25 de outubro de 2023

O Instituto Ovos Brasil (IOB) desempenhou um papel fundamental na transformação notável da percepção e do consumo de ovos no Brasil, elevando a média de consumo per capita de 120 ovos em 2007 para 241 no ano passado, por meio de uma série de estratégias educacionais e de conscientização
Compartilhe no WhatsApp
De 120 para 241 ovos por pessoa: Instituto Ovo Brasil impulsiona o consumo de ovos no Brasil

São Paulo, outubro de 2023 – No mês de outubro deste ano, o Instituto Ovos Brasil (IOB) comemorará 16 anos de incansável comprometimento com a divulgação dos benefícios nutricionais do ovo e a desmistificação dos mitos que o envolvem como alimento. Durante essa trajetória, o instituto desempenhou uma série de ações para promover a valorização do ovo, resultando em um aumento extraordinário no consumo per capita no Brasil, saltando de 120 ovos em 2007 para 241 no ano passado.
 

“O IOB enfrentou desafios significativos em seus primórdios, pois foi necessário educar o público consumidor, a classe médica, as universidades e a imprensa sobre os reais benefícios do consumo de ovos. O mito de que os ovos aumentam o colesterol era uma barreira a ser superada”, lembra Edival Veras, o atual Presidente do Instituto Ovos Brasil.

Cenário desafiador do consumo de ovos
 

Se o cenário no início de suas atividades, por volta de 2007, era desafiador, 16 anos depois, o IOB celebra um marco positivo, com o Brasil atingindo a impressionante média de 241 ovos por pessoa, segundo dados da Associação Brasileira de Proteína Animal (ABPA). Isso representa uma transformação notável na percepção e no consumo desse alimento essencial.

Além disso, em 2022, o Brasil alcançou a marca de 52 bilhões de ovos produzidos, consolidando sua posição como o 5º maior produtor de ovos do mundo. Em 2007, a produção era de pouco mais de 24 bilhões de ovos, demonstrando um crescimento exponencial no setor.

Por trás dessas conquistas para o setor, durante esses 16 anos, o IOB implementou uma série de estratégias para promover o ovo, desmistificar conceitos errôneos e impulsionar o consumo:

1. Meta de 365 Ovos por Ano: O IOB estabeleceu como objetivo incentivar a ingestão de 365 ovos per capita por ano, o equivalente a um ovo por dia. Essa meta tem sido promovida por meio da elaboração e distribuição de materiais informativos, palestras em entidades nacionais e estaduais do setor de avicultura e envolvimento da população.
 

2. Comunicação Estratégica: O Instituto estabeleceu uma comunicação eficaz com médicos, nutricionistas e profissionais de saúde para demonstrar os benefícios do consumo de ovos.
 

3. Ações no Mês do Ovo: Anualmente, o IOB promove a conscientização por meio de ações de marketing e educativas, divulgando informações sobre nutrição durante o Mês do Ovo, celebrado em outubro.
 

4. Palestras e Seminários: O Instituto realizou diversas palestras, seminários e eventos para esclarecer sobre as propriedades nutricionais dos ovos.
 

5. Acervo de Informações: O IOB possui um acervo com mais de 500 artigos técnicos sobre nutrição e as propriedades do ovo, disponíveis em seu site para consulta.
 

6. Trabalho nas Redes Sociais: O Instituto realiza um trabalho contínuo de conscientização e sensibilização dos consumidores por meio de assessoria de imprensa e redes sociais.

7. Campanhas de Promoção: O IOB promove campanhas de aumento de consumo em diversas mídias, incluindo televisão, rádio, congressos de nutrição e eventos de gastronomia.

Para os próximos anos, o IOB tem planos ambiciosos, incluindo uma maior união do setor, campanhas mais robustas, busca por mais associados e uma participação mais ativa em feiras regionais. O compromisso persiste em promover a saúde e o bem-estar por meio do consumo de ovos, assegurando que esse alimento tenha um papel de destaque na dieta da população brasileira.

Segundo Edival Veras, o papel desempenhado pelo instituto foi fundamental na desmistificação de temas negativos relacionados ao ovo, o que levou a uma maior confiança dos consumidores. “Foram as ações do Instituto que mudaram positivamente a percepção da população e dos especialistas em saúde em relação ao consumo de ovos. Hoje, podemos observar que chefs de cozinha, inclusive em programas de gastronomia, trabalham com ovos de forma criativa e até ganham prêmios por isso”, conclui Veras.

Sobre O Instituto Ovos Brasil

Instituto Ovos Brasil é uma entidade sem fins lucrativos, que foi criada em 2007 com objetivo de educar e esclarecer a população sobre as propriedades nutricionais do ovo e os benefícios que o alimento proporciona à saúde. Entre seus propósitos, também destaca-se a missão de desfazer mitos sobre seu consumo. O IOB tem atuação em todo o território nacional e hoje é referência em informação sobre ovos no Brasil.

Por Ascom

Leia outras notícias no portal Mundo Agro Brasil

Relacionadas

Veja também

Cooperação técnica entre o Governo do Maranhão e a Conafer vai garantir o melhoramento genético e aumento da produção dos rebanhos do estado
Mapa planeja apresentar um estudo à Organização Mundial de Saúde Animal para reconhecimento internacional dos estados envolvidos como zona livre de febre aftosa sem vacinação
Além das ensacadoras, o governo também entregou um silo à Prefeitura de Nova Venécia.
A produção brasileira de sêmen bovino (raças de corte e de leite) em 2023 foi de 19,431 milhões de doses, recuo de 22% ante os 24,757 milhões de doses do ano de 2022.