Search
Close this search box.

IBGE: 2022 com queda na produção total brasileira de leite

26 de setembro de 2023

A produção passou por um recuo de 1,6% em relação ao produzido no ano anterior
Compartilhe no WhatsApp
IBGE 2022 com queda na produção total brasileira de leite

Na última quinta-feira (21/09), o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) divulgou a Pesquisa Pecuária Municipal (PPM), trazendo dados da produção brasileira no ano de 2022. Com uma produção total de 34,6 bilhões de litros de leite, no último ano a produção passou por um recuo de 1,6% em relação ao produzido no ano anterior, como mostra o gráfico a seguir.

Gráfico 1. Evolução da produção brasileira de leite.

Evolução da produção brasileira de leite.
Fonte: Elaborado pelo MilkPoint Mercado em com base em dados do IBGE.

Sobre as regiões brasileiras, o Sul se manteve pelo segundo ano consecutivo sendo a maior região produtora do Brasil, representando cerca de 33,79% de todo o leite produzido no país, porém, a diferença com a região Sudeste se manteve ainda bem pequena, com o Sudeste representando aproximadamente 33,57% da produção nacional de leite. Importante ressaltar que ambas as regiões passaram por pequenas quedas em suas participações, mas, a queda observada para a região Sudeste foi superior ao observado para a região Sul (-0,29 p.p. e -0,09 p.p., respectivamente).

A região Nordeste seguiu sendo a única a obter crescimento percentual em sua participação, que para o ano de 2022 ficou em 16,54% (+0,83 p.p.), configurando a terceira maior região na produção de leite. As regiões do Centro-Oeste e Norte também passaram por sutis recuos, obtendo agora uma participação de 11,02% e 5,08%, respectivamente, como mostra o gráfico 2.

Gráfico 2. Participação na produção total nacional em 2022 – por região.

Participação na produção total nacional em 2022 - por região.
Fonte: Elaborado pelo MilkPoint Mercado em com base em dados do IBGE.

Em relação a produção estadual, Minas Gerais seguiu sendo o maior estado produtor de leite, com uma produção em torno de 9,36 bilhões de litros no último ano, representando cerca de 27,1% da produção brasileira, como pode ser observado no gráfico a seguir. No segundo lugar, se manteve o estado do Paraná, que passou por um crescimento em sua produção de 1,3%, com 4,47 bilhões de litros produzidos em 2022.

Como pode ser observado, apesar do aumento na produção paranaense, o segundo maior estado produtor do Brasil ainda possui uma grande distância da produção do primeiro lugar (Minas Gerais). O Rio Grande do Sul se manteve na terceira posição entre os maiores estados produtores de leite, com uma produção de 4,07 bilhões de litros, 7,5% abaixo da produção do ano anterior.

Gráfico 3. Participação na produção total nacional em 2022 – por estado.

Participação na produção total nacional em 2022 - por estado.
Fonte: Elaborado pelo MilkPoint Mercado em com base em dados do IBGE.

Dentre os municípios brasileiros, Castro/PR seguiu sendo a maior cidade produtora de leite do país, com 426 milhões de litros produzidos em 2022, um aumento de 12% em relação ao ano anterior. O segundo e terceiro colocados entre os municípios também mantiveram suas posições em relação ao ano anterior, sendo Carambeí/PR o segundo maior município produtor de leite e Patos de Minas/MG o terceiro maior, com produções de 256 (+12%) e 199 (-3%) milhões de litros de leite, respectivamente.

O número de vacas ordenhadas também passou por recuo no último ano. Com um total de aproximadamente 15,7 milhões de vacas ordenhadas, o ano de 2022 encerrou com uma queda de 1,0% no total de animais produtores, sendo reflexo das grandes dificuldades encontradas pelo produtor de leite, principalmente no 1º semestre de 2022, resultando na saída de diversos produtores e animais da atividade.

O estado que enfrentou a maior saída percentual de animais na atividade foi o Mato Grosso, com um total de 292 mil de vacas ordenhadas em 2022, uma queda de 13.5% em relação ao ano anterior. Em contrapartida, o estado que apresentou maior crescimento percentual foi Sergipe, com um aumento anual de 8,0% no total de vacas ordenhadas, com cerca de 169 mil de animais.

Já em relação a produtividade média brasileira das vacas, após o ano de 2021 ter encerrado em estabilidade, 2022 finalizou também apresentando queda neste quesito. Com um recuo de aproximadamente 15 litros/vaca/ano, a produtividade média de 2022 foi de 2.199 litros/vaca/ano, o menor valor observado desde 2019.

E por fim, sobre o valor da produção de leite, o último ano encerrou com um importante crescimento de 17,7%, com o valor da produção de leite brasileira ficando em cerca de 80 bilhões de reais em 2022.

Por MilkPoint

Leia outras notícias no portal Mundo Agro Brasil

Relacionadas

Veja também

Gravada e publicada em parceria com o Chef de cozinha Jimmy Ogro, a série que desmistifica a suinocultura a carne suína já soma quase 120 mil visualizações no Instagram
Uma jornada de imersão na pecuária de confinamento americana revela práticas inovadoras e abre novas perspectivas para o agronegócio brasileiro
A feira contou com 1500 animais de 160 expositores das raças Girolando, Gir Leiteiro, Holandês, Guzerá, Guzolando, Jersey, Simental e Búfalos
Confinamento alcança 7,379 milhões de cabeças e destaca a importância da tecnologia e gestão para aumentar a produtividade no setor