Search
Close this search box.

Greening se espalha e eleva os gastos na citricultura

16 de maio de 2023

Entenda os impactos da doença Greening nos custos de produção de laranja
Compartilhe no WhatsApp
Especial citros - Greening se espalha e eleva os gastos na citricultura

A alta da incidência de HLB (greening) em algumas regiões do cinturão paulista tem levado citricultores a reverem seus investimentos e planejamento de novos pomares, mesmo em uma temporada em que a perspectiva é de preços recordes (nominal e em moeda nacional) para os novos contratos. Inclusive, o próprio Fundecitrus tem recomendado que produtores adiem novos plantios e/ou renovações nas regiões com incidência crítica de HLB (acima de 25% de incidência nos pomares), já que as árvores novas são ainda mais sucessíveis à doença – as exceções são propriedades isoladas de outros pomares (com raio de pelo menos cinco quilômetros de distância) e as com vizinhos que realizam manejo rigoroso.

E, para o Especial Citros 2023, a Equipe Citros/Cepea traz uma avaliação mais aprofundada do impacto econômico dos tratamentos para o controle de HLB sobre o custo total de produção. A Equipe atualizou o orçamento de custo para a temporada 2023/24 de dois modelos de propriedade citrícola, chamados de “Projeto 1” e “Projeto 2”. Os dados técnicos foram disponibilizados pelos principais consultores do setor: o Grupo de Consultores em Citros (Gconci) e a Farmatac. Os consultores formularam dois Projetos para regiões citrícolas distintas: centro-sul e norte do estado de São Paulo.

A essência desses dois Projetos é formar e manejar novos pomares de laranja, visando a menor incidência de HLB e produtividade elevada. Embora essas não sejam as únicas recomendações atualmente existentes para um novo projeto na citricultura em São Paulo – sobretudo porque ainda não há solução definitiva para o controle do greening –, são as mais recomendadas.

Assim, todos os elementos importantes que compõem essa fórmula foram incorporados em ambos os Projetos, como escala de produção, plantio mais adensado, calendário intenso de pulverizações (incluindo as com inseticidas em bordadura e em escala total para o controle do greening), erradicação das plantas sintomáticas e replantio. Todas essas variáveis foram equacionadas e analisadas sob a ótica econômica pela Equipe Citros/Cepea em conjunto com os consultores de área.

CUSTOS DE PRODUÇÃO NA CITRICULTURA PAULISTA: TEMPORADA 2023/24

O orçamento dos custos de produção na temporada 2022/23 segue o mesmo modelo das edições anteriores do Especial Citros (publicadas todo mês de maio). Para esta edição, foram realizados ajustes técnicos, visando responder ao crescente avanço do greening nos pomares do cinturão citrícola. No geral, a estrutura da propriedade é organizada de acordo com as recomendações técnicas dos consultores do setor.

Os aspectos que diferenciam esses dois Projetos frente a um modelo mais tradicional de produção na citricultura são: a maior escala de produção, o maior adensamento, erradicação de plantas sintomáticas, replantio e um calendário de pulverizações e bordadura bastante intensos. Neste contexto, o Projeto 1 representa uma fazenda de produção de laranja na região centro-sul do estado de São Paulo, com cultivo em sequeiro e adensamento moderado. O Projeto 2 representa uma propriedade irrigada no norte do estado paulista e de adensamento superior.

Na visão dos consultores, em relação a anos anteriores, os Projetos 1 e 2 trazem ajustes nas recomendações técnicas, tais como aumentos de aplicações e de rotação de moléculas para o controle psilídeo (organofosforados, piretróides, neonecotinóides, diamidas e biológicos) e a erradicação de plantas sintomáticas.

Por Hortifruti Brasil

Leia outras notícias no portal Mundo Agro Brasil

Relacionadas

Veja também

Safra total de milho foi estimada em 114,14 milhões de toneladas, um acréscimo de 2,5 milhões de toneladas em relação ao previsto no mês passado; área plantada deve crescer 1% e produtividade deve avançar 1,2%
Essa parceria confirma a missão do AgroApp que é levar informações de qualidade para o produtor rural e profissional do campo.
Na comparação com a média diária de junho de 2023, há queda de 16,6% no valor obtido diariamente pelas exportações de açúcar em junho de 2024.
Em grande parte do Rio Grande do Sul, a colheita de arroz já foi finalizada