Formato Diferente com a mesma Solidariedade

A 14ª Edição do Leilão Solidariedade será totalmente virtual e com transmissão pelo Canal do Boi e Plataforma Central Leilões
Share on whatsapp
Compartilhe no WhatsApp
Share on facebook
Share on linkedin
Share on email
Share on telegram
Áudio

A 14ª edição do Leilão Solidariedade irá acontecer no dia 20 de fevereiro e este ano, em virtude da pandemia de Covid-19, será totalmente virtual. A transmissão será feita pelo Canal do Boi e Plataforma Central Leilões, a partir das 13h.

Em 2021, os organizadores entendem ser ainda mais necessário realizar o leilão, uma vez que muitas entidades passaram por sérias dificuldades no ano passado devido à queda na arrecadação de donativos na esteira da crise causada pelo novo coronavírus. Eventos presenciais, que representavam grande parte da fonte de recursos dessas instituições, não puderam ser realizados.

“Este ano, para a realização da 14ª edição, o desafio é ainda maior. O ano de 2020 foi muito desafiador para as entidades assistenciais. O aumento pela procura por ajuda junto às instituições e a diminuição na arrecadação e impossibilidade de realização de eventos beneficentes que geram aglomerações, devido à pandemia que enfrentamos, impactaram os seus serviços e finanças”, afirma Lourenço Campo, diretor da Central Leilões, empresa que realiza o evento desde a sua primeira edição, junto com a Loja Maçônica 193 e Lions Clube de Araçatuba.

Ao todo, 11 instituições de Araçatuba e região serão beneficiadas: AADEFA, Associação Espírita Dr. Bezerra de Menezes – Birigui, Campanha de Combate ao Câncer de Araçatuba – CCCA, Centro Espírita Esperança e Caridade, Creche Santa Clara de Assis, Fundação Mirim de Araçatuba, Instituição Nosso Lar, Instituto para Cegos Santa Luzia, Instituto Pró-Criança de Birigui, Lar Espírita Caminho de Nazaré, União Assistencial Espírita de Araçatuba – Casa do Caminho.

Desde a sua primeira edição, em 2008, o leilão já arrecadou e distribuiu quase de R$ 6 milhões a entidades assistenciais que prestam serviços a pessoas em situação de vulnerabilidade, como crianças, idosos, dependentes químicos e pacientes em tratamento de câncer. Só em 2020 foram R$ 690 mil arrecadados.

O leilão vai ofertar eletrodomésticos, joias, acessórios masculinos e femininos, móveis, objetos de decoração, bicicletas, produtos agropecuários, além de bovinos de corte e genética – cerca de 200 animais. Todos os produtos são arrecadados junto ao comércio, empresários, criadores da cidade e região.

Doações devem ser feitas na Central Leilões

Assim como nas edições anteriores, quem tiver interesse em fazer doações de itens a serem arrematados no leilão já podem levar os produtos diretamente na sede da Central Leilões, que fica na rua Frei Felicíssimo Maria de Prada, 165, no bairro Higienópolis, em Araçatuba.

O telefone para mais informações é (18) 3608-0999.

Fonte: Central Leilões

Relacionadas

Veja também

A agroindústria constitui importante alternativa na geração de empregos, sucessão familiar e renda no meio rural. Para incrementar os negócios há programas efetivos
O Serviço Nacional de Aprendizagem Rural (Senar) recebe até o dia 24 de janeiro as inscrições para a seleção dos cursos técnicos gratuitos e a distância em Agronegócio, Fruticultura e Zootecnia
A Faculdade CNA está com inscrições abertas até o dia 23 de fevereiro para o vestibular de quatro graduações a distância
Reunindo um pequeno grupo de convidados e autoridades a Associação Brasileira de Criadores de Ovinos (ARCO) celebrou seus 80 anos, dia 18 último, em sua sede (Bagé, RS)