Search
Close this search box.

Fiagros batem os 500 mil investidores

19 de março de 2024

Desde fevereiro de 2023, observa-se uma lista dos 10 Fiagros mais negociados
Compartilhe no WhatsApp
Fiagros batem os 500 mil investidores
Esse crescimento ocorre apesar das preocupações com uma possível crise no agronegócio

O mercado de Fiagros (Fundos de Investimento nas Cadeias Produtivas Agroindustriais) atingiu um marco histórico em fevereiro, superando pela primeira vez a marca de 500 mil investidores, conforme relatório mensal divulgado pela B3. O número de investidores chegou a 503,2 mil, representando um aumento de 1,78% em relação a janeiro, impulsionado principalmente pela entrada de 8.731 novos investidores pessoas físicas. 

Esse crescimento ocorre apesar das preocupações com uma possível crise no agronegócio, que até agora tem afetado marginalmente os Fiagros, com relatos de inadimplência em alguns Certificados de Recebíveis do Agronegócio (CRAs).

Embora o valor em estoque tenha diminuído 2,68% em fevereiro, totalizando R$ 10,9 bilhões, em comparação com os R$ 11,2 bilhões de janeiro, o setor apresenta um crescimento impressionante de 43,4% em relação a fevereiro de 2023, quando registrava R$ 7,6 bilhões em ativos.

Desde fevereiro de 2023, observa-se uma lista dos 10 Fiagros mais negociados Condelineando detalhes sobre seus volumes diários em reais e o percentual correspondente do volume total. Nessa lista, o VGIA11 lidera com um volume de R$ 7.997.672, representando 17,61% do volume total. Em seguida, o KNCA11 se posiciona com R$ 5.829.850, constituindo 12,84% do volume total. 

Outros Fiagros significativos incluem o RZAG11 com R$ 4.675.620 (10,30%), o RURA11 com R$ 4.030.651 (8,88%), e o XPCA11 com R$ 3.262.161 (7,18%). Além disso, o SNAG11 registra um volume de R$ 2.922.291 (6,44%), enquanto o CPTR11 alcança R$ 2.892.962 (6,37%) em volume diário. FGAA11, AAZQ11 e EGAF11 completam a lista com volumes respectivos de R$ 2.706.114 (5,96%), R$ 1.545.294 (3,40%), e R$ 1.478.537 (3,26%) do volume total.

Por Agrolink

Leia outras notícias no portal Mundo Agro Brasil

Relacionadas

Veja também

Valor é 4,4% maior que os US$ 35,85 bilhões em exportações registrados no primeiro trimestre do ano passado
Impulsionadas pela soja em grão, pelo açúcar bruto e açúcar refinado, as exportações do Paraná cresceram 4,7% em valor no primeiro trimestre do ano em relação a igual período do ano passado, informou em nota a Agência Estadual de Notícias.
ABCZ foi escolhida para sediar a segunda edição do COMCEBU; evento é aliado à 89ª ExpoZebu
Desembolsos nos primeiros oito meses da safra cresceram 13%, diz Seapa