Search
Close this search box.

Giro da Pecuária

com Sebastião Nascimento

Receita com exportações do agro supera US$ 10 bilhões, recorde para meses de novembro

O total embarcado atingiu US$ 12,65 bilhões, ou 51,2% superior quando comparado aos US$ 8,36 bilhões de novembro de 2021
Compartilhe no WhatsApp
Receita com exportações do agro supera US$ 10 bilhões, recorde para meses de novembro

Encerrando a temporada 2022 com boas notícias para o agronegócio. Em novembro, a receita cambial com as exportações atingiu US$ 12,65 bilhões, ou 51,2% superior quando comparada aos US$ 8,36 bilhões embarcados em novembro de 2021.
Tem mais: as exportações superaram, pela primeira vez para os meses de novembro, a cifra de US$ 10 bilhões.
Segundo o Ministério da Agricultura e Pecuária o recorde foi resultado do aumento do volume das exportações (+29,3%) mas, também, influenciado pelos preços médios de exportação elevados (+16,9%).

Conforme o Ministério, o acréscimo no volume exportado de milho (+3,7 milhões de toneladas) e de açúcar (+1,3 milhão de toneladas) explicam, em grande parte, o desempenho favorável no volume das exportações brasileiras do agronegócio.

As importações de produtos agropecuários foram de US$ 1,48 bilhão em novembro de 2022, um crescimento de 2,2% em relação ao valor adquirido em novembro do ano passado.

Desta forma, o saldo da balança registrou superávit de US$ 11,6 bilhões. Este saldo do agronegócio não considera os insumos utilizados na produção agropecuária, como fertilizantes, defensivos, peças e equipamentos. A participação do agronegócio nas exportações totais ficou em 44,9%.

Com esse incremento, o Brasil já vendeu 145,3 milhões de toneladas ao exterior neste ano. Em divisas, nos 11 meses do ano, as exportações brasileiras do agronegócio somaram US$ 148,26 bilhões, valor recorde para o período na série histórica desde 1997, segundo o Ministério.
Os cinco principais setores exportadores do agronegócio, em novembro, foram o complexo soja (participação de 21,7%); carnes (15,2%); cereais, farinhas e preparações (14,7%); complexo sucroalcooleiro (14,5%); e produtos florestais (10,6%). 
Estes setores responderam por 76,7% do valor total exportado pelo Brasil em produtos do agronegócio em novembro.

As exportações de carnes bateram recorde para os meses de novembro, chegando a US$ 1,92 bilhão (+47,2%).

A carne bovina foi a carne com maior valor exportado, US$ 870 milhões (+76%). As vendas externas de carne de frango atingiram US$ 762,13 milhões (+29%). Houve exportações recordes, também, de carne suína, com US$ 228,12 milhões.

Leia outras notícias no portal Mundo Agro Brasil

ARTIGOS

EM DESTAQUE

Relacionadas

Veja também

A Rota Gastronômica Pantaneira começou a fazer seu segundo trajeto
Recebi agora a notícia da assessoria da Deale, indústria de laticínios do Rio Grande do Sul, cuja matriz fica na cidade de Almirante Tamandaré do Sul.
Gabriel Garcia Cid foi eleito quarta-feira, dia 30, em eleição realizada em Uberaba(MG), sede da entidade.
Entidade completa 60 anos e será conduzida por uma mulher pela primeira vez