Search
Close this search box.

ExpoLondrina 2024 supera último ano e movimenta mais de R$ 1,3 bi em negócios

24 de abril de 2024

Evento aconteceu de 5 a 14 de abril e reuniu mais de cinco mil animais, além de principais fabricantes nacionais de maquinários agrícolas e concessionárias de veículos
Compartilhe no WhatsApp
ExpoLondrina 2024 supera último ano
Foto: Alisson Demetrio/Divulgação

 A 62ª Exposição Agropecuária e Industrial de Londrina, realizada pela Sociedade Rural do Paraná, superou a marca de 2023 e movimentou R$ 1.320 bi em negócios com a comercialização de máquinários, carros, linhas de crédito, implementos agrícolas, genética animal, insumos para a pecuária e para a agricultura, produtos do varejo e do setor gastronômico. O evento agro que já é reconhecido como um dos maiores e mais importantes do país por sua representatividade no setor, reuniu 455 mil visitantes no Parque Governador Ney Braga e ofereceu nove mil empregos diretos e indiretos. Diferente de 2023, quando foi realizada em 11 dias, este ano a ExpoLondrina aconteceu de 5 a 14 de abril.

 “Em praticamente todos os setores o resultado foi muito positivo, mesmo considerando a queda dos preços das commodities. A cada ano nos preocupamos com a qualidade das atividades que a ExpoLondrina oferece ao produtor rural e aos demais visitantes, seja através de sua agenda técnica, das atividades equestres, dos pavilhões de animais e de toda a rede gastronômica e de entretenimento. Buscamos proporcionar um ambiente de bons negócios para os empresários”, ressalta o presidente da Sociedade Rural do Paraná, Marcelo Janene El-Kadre.

Durante dez dias, mais de 32 mil produtores rurais passaram pelo Parque Ney Braga em busca de conhecimento, tecnologia e inovações para o campo. O número cresce a cada ano graças à parceria entre SRP, Faep/Sindicato Rural de Londrina, IDR-Paraná e cooperativas de toda região.

Agenda técnica

A agenda técnica de palestras, oficinas e seminários da ExpoLondrina contou com 108 atividades que lotaram os seis recintos de eventos do Parque Ney Braga, com mais de sete mil participantes. Entre os temas abordados estão as perspectivas futuras para o agronegócio, manejo e recuperação do solo, mortalidade e cuidados neonatais na pecuária de corte e de leite, a força feminina no campo, o mercado da carne suína, produção sustentável da soja, segurança na avicultura, desafios e estratégias para produtores de leite entre outros.

Mais uma vez o Pavilhão Smart Agro foi o celeiro da inovação e da tecnologia na ExpoLondrina. Em parceria com o Sebrae, o espaço reuniu três auditórios de palestras, além de 16 expositores e 15 startups. Já a Via Rural Smart Farm, uma parceria com o IDR-Paraná, recebeu 205 mil visitantes, onde 3.450 pessoas participaram das oficinas e atividades realizadas no espaço.

Animais

Mais de cinco mil animais entre bovinos, equinos, ovinos, caprinos, suínos e pequenos animais passaram pela ExpoLondrina na edição de 2024. Uma das novidades foi o Pavilhão da Expo Genética, totalmente dedicado a apresentação de oportunidades para criadores e produtores, além da exposição do melhoramento genético de cerca de 40 bovinos de pura origem da raça nelore, representando inúmeros benefícios para o pecuarista. Ao todo, 11 leilões foram realizados na ExpoLondrina, sendo oito presenciais e três virtuais, resultando mais de R$ 14 milhões em comercialização.

As competições equestres reuniram milhares de cavaleiros na ExpoLondrina 2024. Juntas, as provas somaram cerca de mil cavalos inscritos nas modalidades de Salto, 3 Tambores, Laço em Dupla e Ranch Sorting. As três pistas equestres do Parque, que compõem o Centro Hípico IMPACTO – SRP passaram por obras para alcançar o mais alto padrão de qualidade na modalidade. O Concurso de Salto Estadual ExpoLondrina Impacto SRP inaugurou este novo complexo durante a ExpoLondrina com premiação de R$ 30 mil.

Negócios

300 expositores participaram da ExpoLondrina 2024. Com a presença dos maiores fabricantes nacionais de maquinários agrícolas e concessionárias, mais de um mil veículos foram vendidos durante dez dias, mais de R$ 190 milhões em contratos foram fechados através das cooperativas de crédito e somente duas empresas de consórcios fecharam juntas R$ 76 milhões em vendas. Na área gastronômica, a ExpoLondrina reuniu mais de 10 restaurantes, 12 food trucks e 70 expositores de alimentação.

Expo Pet

O mercado pet no Brasil é o segundo em faturamento no mundo, uma força importante na economia nacional. Tanto destaque levou a ExpoLondrina 2024 a abrir um espaço especializado neste segmento, a Expo Pet. O projeto reuniu um ambiente próspero de negócio para empresas dos mais diversos portes e segmentos, inclusive com rodadas de negócios e palestras. Para o público em geral, foi uma vitrine de tudo o que há de novo e inovador neste universo. Em média, os expositores distribuíram de 30 mil a 60 mil amostras grátis aos visitantes. Além dos pavilhões voltados ao mercado Pet, o Parque também esteve aberto para os animais domésticos. Foi a primeira exposição pet friendly, seguida por regras, para garantir a tranquilidade e segurança de todos.

Educação e ações sociais

A ExpoLondrina reforçou o seu compromisso social em diversas frentes em 2024. O evento recebeu mais de 30 mil visitas gratuitas entre estudantes, grupos de idosos e pessoas com deficiência. Em dez dias foram atendidas 265 escolas da rede municipal, estadual e particular, somando 20.146 alunos.

O Museu da Sociedade Rural do Paraná recebeu 4.115 pessoas, mais que o dobro de 2023. Além do Paraná, os visitantes também vieram do Rio Grande do Sul, Mato Grosso do Sul, Mato Grosso. Goiás, Amazonas, Ceará, Pará, cidade da Flórida (EUA), New York (EUA) e México.

A Praça HU-UEL

Espaço Cuidar, uma parceria entre Sociedade Rural do Paraná, Hospital Universitário e Universidade Estadual de Londrina, proporcionou 30 mil atendimentos durante a ExpoLondrina. Foram 54 atividades diferentes, focadas na saúde e no bem-estar, realizadas por mais de 300 profissionais de saúde, alunos e docentes do HU e da UEL.

A destinação correta de todo lixo gerado na ExpoLondrina é outra preocupação dos organizadores. O trabalho é realizado em conjunto com a Kurica Ambiental e CS Ambiental. Em 2024 foram coletadas 84,17 toneladas de resíduos de rejeito/orgânico, 11,45 toneladas de resíduos recicláveis e 6,42 toneladas de resíduo de madeira.

Neste ano, a ExpoLondrina também recebeu o Certificado de Neutralização de Emissões de CO2, certificado pela GPX. A ação consiste em neutralizar todo o carbono gerado pelo evento em si e pelo consumo de energia nos 10 dias de feira.

A ExpoLondrina encerrou sua 62ª edição com a doação de mais de R$ 1 milhão de reais para o Hospital do Câncer de Londrina (HCL). O donativo, que já é tradição, praticamente dobrou em comparação com o ano de 2023, e soma mais de R$ 2,5 milhões em sete anos.

A ação deste ano é resultado da realização da Prova de Laço, Prova de 3 Tambores, Prova de Ranch Sorting, Leilão de Cavalos e o empenho de grandes parceiros da Sociedade Rural do Paraná: Ilson Romanelli, Marcos Penha Garcia, Douglas Bussadori, Guilherme Rossi, Roberta Zanin, Sérgio Garla Filho, Tiago Romanelli, Guilherme Bogo, Danton Dequech, João Vitor Fadel, Natália Romanelli, Juliette Tsuruda, Wilson Oliveira, Wandeilson Pinto, Hideu Matsumoto e Tiago Amaral.

Entretenimento

Pelo terceiro ano consecutivo, a Diverti foi a empresa responsável pela produção que envolve shows e rodeio na ExpoLondrina. Mais uma vez, o evento fez parte do Circuito Sertanejo, maior plataforma de shows do Brasil. Na Expo, foram mais de 150 mil pessoas em oito dias que contemplaram seis espaços (Arena, Camarote Brahma, Camarote Super Bull Ballantine’s, Camarote Open Super Bull Ballantine’s, Camarote Corporativo e Camarote da Rural), 15 atrações musicais de renome nacional, sete DJ´s, dois dias de provas em cavalos, quatro dias de rodeio em touros, além de 11 artistas na balada Casa do Criador.

A 63ª ExpoLondrina será de 4 a 13 de abril de 2025.

Por Susan Naime/Asimp

De Jornal da União

Leia outras notícias no portal Mundo Agro Brasil

Relacionadas

Veja também

São Paulo enfrenta desafios ainda maiores devido aos altos custos para o setor produtivo do leite e por ser o maior mercado consumidor do país.
Para participar é necessário que a família esteja inscrita no Cadastro Único e viva no meio rural, com renda mensal de até R$ 218 por integrante
Reunião para discutir o tema foi realizada na terça (21), em Brasília
Em 2023, a CNI contabilizou 85 entraves às exportações nacionais contra 77 no levantamento do ano anterior