Search
Close this search box.

Empresas atentas em reduzir a emissão de gases poluentes CO2

2 de janeiro de 2023

Olhares voltados das empresas para as pautas de sustentabilidade e mudanças climáticas
Compartilhe no WhatsApp
Empresas atentas em reduzir a emissão de gases poluentes

Pautas de sustentabilidade e das mudanças climáticas tem atenção especial das empresas de todo o mundo. Isso não é por acaso, os danos crescentes produzidos por algumas atividades econômicas podem representar um risco real para o planeta. Com isso, muitas empresas têm se responsabilizado mais e adotado posturas mais contundentes em relação à emissão de gases poluentes (CO2).

A agropecuária brasileira, por exemplo, conseguiu mitigar 170 milhões de toneladas de CO2, o que é equivalente a uma área de 52 milhões de hectares, isso tudo dentro do período de 2010 a 2020. Por ser uma atividade diretamente responsável pela saúde econômica do Brasil, o setor agropecuário foi um dos pioneiros a traçar metas ambiciosas para conseguir diminuir a emissão de gás carbônico no país.

Além do agro, empresas de automóveis, que são responsáveis por emitir uma quantidade massiva de gases que causam o efeito estufa, estão tomando algumas medidas que mitigam a emissão desses gases. Entre os esforços que as montadoras estão adotando, está o investimento em tecnologias híbridas e a eletrificação de seus principais modelos. Entretanto, como mostra esse relatório de 2021, elaborado pela empresa de aposta esportiva NetBet, nenhum dos dez fabricantes de automóveis mais vendidos cumpriu a meta de emissões médias de 95 CO2g/km para toda a frota da UE, recentemente.

A importância desse compromisso perante a emissão de CO2 na atmosfera?

As empresas, assim como qualquer outro agente econômico, têm prioridades a seguir. É evidente que vender e lucrar são importantíssimos para que as empresas continuem com suas operações e supram suas respectivas demandas. Entretanto, existe um risco sistêmico dentro das atividades de todos os setores da economia, esse risco está relacionado a “saúde” do planeta. 

Por isso, adotar medidas sustentáveis ao meio ambiente não é algo ineficiente, pelo contrário, é uma visão de longo prazo. Visto que, a sustentabilidade do planeta significa, entre outras coisas, a continuidade das atividades empresariais. Cada vez mais, estamos vendo marcas importantes praticarem a “compensação” da emissão de carbono, isto é, o plantio de árvores em uma cota relativa ao que a empresa estima que tenha sido a sua emissão de CO2. Ajudando assim no equilíbrio do clima, no aumento e conservação da biodiversidade de espécies.

Por Agrolink & Assessoria

Leia outras notícias no portal Mundo Agro Brasil

Relacionadas

Veja também

Número de empregados no setor atinge maior patamar desde 2012; informação é do boletim sobre o Mercado de Trabalho do Agronegócio em Goiás
Descubra como a GENEX Brasil está comprometida com o desenvolvimento da pecuária brasileira através do programa “Encontros que Conectam”, focado no aprimoramento da pecuária de cria e destacando a liderança feminina no setor.
Em seu relatório mais recente sobre oferta e demanda, divulgado em 11 de abril, o USDA estimou que a colheita brasileira atingirá 155 milhões de toneladas, o mesmo número apresentado no mês anterior