Search
Close this search box.

Empresas do agro investem em fertilizantes sustentáveis

24 de janeiro de 2024

O projeto visa reduzir a dependência de fertilizantes importados
Compartilhe no WhatsApp
Empresas do agro investem em fertilizantes sustentáveis

Gigantes como a Amaggi, Coopercitrus, Souza e Lucas Participações, Viola Participações e Tecnobeef estão criando uma empresa de fertilizantes sustentáveis. A proposta é oferecer uma alternativa inovadora e responsável e reduzir a forte dependência do agronegócio brasileiro dos fertilizantes químicos importados.

Elas buscam produzir em conjunto fertilizantes organominerais para uma agricultura sustentável.

Por meio da tecnologia, as empresas buscam eficiência, otimização e produtividade para atender os agricultores. Além de investir em pesquisa e inovação para contribuir para a saúde da terra.

Soja, milho, cana, citros e café estão entre as principais culturas-alvo da empresa, que colocará no mercado uma gama de soluções para diversas outras culturas.

A primeira unidade industrial será instalada no município de Altair (SP), fortalecendo a economia local com geração de emprego e renda, e na primeira fase estima-se a geração de cerca de 150 empregos diretos. O plano é produzir 200 mil toneladas de fertilizantes sustentáveis no primeiro ano.

O projeto foi submetido à aprovação do Conselho Administrativo de Defesa Econômica (CADE).

De O documento

Leia outras notícias no portal Mundo Agro Brasil

Relacionadas

Veja também

São Paulo enfrenta desafios ainda maiores devido aos altos custos para o setor produtivo do leite e por ser o maior mercado consumidor do país.
Para participar é necessário que a família esteja inscrita no Cadastro Único e viva no meio rural, com renda mensal de até R$ 218 por integrante
Reunião para discutir o tema foi realizada na terça (21), em Brasília
Em 2023, a CNI contabilizou 85 entraves às exportações nacionais contra 77 no levantamento do ano anterior